Facebook investirá 300 milhões de dólares em apoio ao jornalismo local

"Vamos continuar a luta contra as informações falsas, desinformação e informações de baixa qualidade", informou a porta-voz da empresa

O Facebook investirá 300 milhões de dólares nos próximos três anos em projetos jornalísticos, principalmente para promover a informação local, que mais sofre com os efeitos da revolução digital, anunciou a empresa nesta terça-feira.

“Vamos continuar a luta contra as informações falsas, desinformação e informações de baixa qualidade”, explicou na rede social Campbell Brown, vice-presidente responsável pelo relacionamento com a mídia.

“Temos a oportunidade e a responsabilidade de ajudar os meios de comunicação locais a crescer e ter sucesso”, acrescentou.

A medida se dá em meio aos questionamentos das plataformas pelo seu quase monopólio da publicidade online, o que dificulta a transição dos veículos de imprensa para o digital.

A plataforma, que tem 2,2 bilhões de usuários ativos, criará, entre outras coisas, um fundo especial de US$ 5 milhões em colaboração com o Centro Pulitzer para financiar projetos de reportagens multimídia nos veículos locais.

Em janeiro de 2017, a rede social apresentou o “Projeto de Jornalismo do Facebook” para “fortalecer os elos” da plataforma com a indústria.

Na época, o objetivo era oferecer aos meios soluções para melhorar a renda obtida com sua presença no Facebook e desenvolver trocas entre a rede social e os meios de comunicação.

O valor investido nessa iniciativa não foi divulgado.

Em março de 2018, o Google também anunciou US$ 300 milhões para uma série de projetos destinados a combater informações falsas e apoiar a mídia considerada confiável.