Facebook faz aquisição em meio ao IPO

Compra só foi conhecida, porque a empresa a divulgou no prospecto do IPO; 20 empresas foram compradas em quatro anos

São Paulo – Enquanto todos estavam ocupados demais em pensar como seria o IPO do Facebook, a companhia se ocupava em fazer sua última compra antes da abertura de capital. A informação, contida no formulário enviado pela companhia à bolsa americana, não esclarece o nome da startup adquirida ontem, dia 1º de fevereiro, mas incluía o repasse de 212.250 ações da empresa relacionados à compra de bens da tal empresa.

Seja lá quem for, o ex-dono dos bens tem agora cerca de 6,3 milhões de dólares no valor das ações do Facebook, estima o site americano Business Insider. E essa não foi a única compra feita pela companhia no ano. O mesmo documento indica que outras 90.000 ações foram emitdias, em janeiro, para quatro pessoas e 13 entidades relacionadas a compra de bens de uma empresa – o equivalente a cerca de 2,7 milhões de dólares em ações.

Com os demais dados contidos no formulário, o Business Insider fez um cruzamento dos maiores repasses de ações feitos pelo Facebook com possíveis compras de companhias. A estimativa, com isso, é que o Facebook tenha comprado cerca de 20 empresas nos últimos quatro anos. A maioria dos valores de aquisição nunca foi divulgado.

Apenas em 2011, a companhia teria gasto 68 milhões de dólares com compras de startups.

Mais caro que o anunciado

O site também arriscou estimar quanto o Facebook realmente pagou em ações por duas compras divulgadas – valores por sinal bem mais altos dos que os divulgados na época. Para isso, usou como base o valor de 29,73 dólares pagos por ação no final de dezembro.

Segundo suas estimativas, cerca de 40 milhões de dólares em ações podem ter sido destinados à compra da Drop.io e não os 10 milhões de dólares divulgados. Pela FriendFeed, comprada em agosto de 2009, o Facebook teria pago aproximadamente 330 milhões de dólares.

A reportagem deixa claro que o cálculo e valores são apenas estimados e não levam em conta bônus, nem valores exatos dos valores de ações da empresa na época. Mas dá uma ideia de quanto será interessante saber exatamente, a partir do IPO, quanto será pago pelo Facebook por cada startup a partir dai.