Fabricante de cadeados Papaiz é comprada por empresa sueca

Assa Abloy fecha compra de empresas do grupo Papaiz para liderar mercado de soluções de segurança no país

São Paulo – Blindada contra a crise, a sueca Assa Abloy acaba de aproveitar o momento para comprar duas concorrentes no Brasil: a Papaiz, de cadeados e fechaduras, e a Udinese, de esquadrias. As duas pertenciam ao mesmo grupo.

O valor do negócio não foi divulgado, mas o motivo é bem claro e semelhante ao que motivou a compra da brasileira Vult, de ramo semelhante, há 15 dias.

Com as aquisições, a ideia é oferecer serviços agregados de segurança para o ramo de construção, além das soluções para abertura de porta, da qual ela já é líder.

A Assa Abloy passa, então, uma linha de segurança que vai de cadeados e esquadrias a portões de segurança e portas corta-fogo.

As compras também devem dobrar o faturamento da companhia no Brasil, atualmente de R$ 200 milhões, em um ano.