EY paga e evita processo sobre quebra do Lehman Brothers

A empresa de auditoria chegou a acordo que prevê pagamento de US$ 10 milhões por ter ajudado o Lehman Brothers a melhorar balanço

A empresa de auditoria EY (Ernst&Young) chegou a um acordo, nesta quarta-feira, que prevê o pagamento de 10 milhões de dólares àqueles que a processaram por ter ajudado o banco Lehman Brothers a melhorar o seu balanço.

“O acordo anula os argumentos formulados contra a empresa, indicou em um comunicado Eric Schneiderman, o secretário de Justiça do estado de Nova York.

Segundo os termos do acordo, a maior parte dos 10 milhões de dólares será redistribuída aos investidores prejudicados pelo acobertamento contável do Lehman Brothers antes da sua quebra em 2008.

A quantia paga pela EY servirá, ainda, para cobrir os custos das autoridades de Nova York durante a investigação.