Ex-presidente promete contar causa da crise do BES

Ex-presidente emitiu comunicado para dizer que aguarda análise de contas da instituição e indicou que sua versão sobre crise do banco será conhecida futuramente

Londres – Menos de 24 horas após a intervenção das autoridades no Banco Espírito Santo, o ex-presidente da casa, Ricardo Espírito Santo Salgado, emitiu comunicado à imprensa para dizer que aguarda a análise das contas da instituição financeira e indicou que sua versão sobre a crise do BES será conhecida futuramente.

“Quando o tempo e o contexto permitirem uma análise objetiva e serena do que precipitou a queda abrupta do valor do BES e a consequente intervenção do Estado, o Dr. Ricardo Salgado pronunciar-se-á sobre o que, na sua perspectiva, provocou esta crise e o seu desfecho”, diz o comunicado enviado pela assessoria do ex-banqueiro que ficou 22 anos à frente do BES e é acusado de ser o principal responsável pela crise da instituição financeira.

Salgado também disse que “aguarda as conclusões do relatório da auditoria forense realizada nas contas do Banco Espírito Santo relativas ao primeiro semestre de 2014 que está sendo feita pelo Banco de Portugal e pela PwC”.

Quando o resultado dessa investigação ficar pronto, disse, se pronunciará sobre o caso.