Ex-presidente do HSBC renuncia à direção do grupo TheCityUK

Stephen Green anunciou neste sábado sua renúncia da direção do grupo depois da polêmica suscitada pela acusação de sonegação de impostos do HSBC

Londres, 14 fev (EFE).- O ex-presidente do banco britânico HSBC Stephen Green anunciou neste sábado sua renúncia da direção do grupo de influência TheCityUK, depois da polêmica suscitada esta semana pela acusação de sonegação de impostos através da filial suíça da entidade financeira.

Green, de 66 anos, foi secretário de Estado de Comércio do Reino Unido entre 2011 e 2013, após ter liderado o HSBC durante quatro anos (2006-2010), um período no qual o banco contava com 106 mil contas secretas para evitar o pagamento de impostos, segundo os documentos conhecidos como lista Falciani.

Sua entrada no governo, quando a Fazenda britânica já contava com indícios que apontavam para irregularidades na entidade, provocou esta semana críticas da oposição trabalhista ao primeiro-ministro do Reino Unido, o conservador David Cameron.

A liderança de TheCityUK era a última posição de influência que Green mantinha no setor bancário da City de Londres, o distrito financeiro da capital britânica.

‘Stephen Green é um homem com uma enorme integridade pessoal que prestou grandes serviços a este país e à City. Não quer prejudicar a efetividade da TheCityUK em sua tarefa de promover as boas práticas’, assinalou em comunicado o presidente do grupo, Gerry Grimstone.