Ex-dono da Amil, Edson Bueno agora é o controlador da Dasa

Após comprar R$1,8 bilhão em ações da companhia de medicina diagnóstica dona dos laboratórios Delboni Auriemo, empresário agora tem 62% da empresa

São Paulo – Edson Bueno, o fundador ex-dono do grupo Amil, tornou-se nesta segunda-feira o maior controlador do grupo Dasa, dono dos laboratórios Delboni Auriemo.

Um ano após vender a empresa que criou por quase 10 bilhões de reais a um grupo americano, o empresário adquiriu 38% do capital da Dasa por 1,8 bilhão e agora possui 62% da companhia. Antes da transação, Bueno já possuía uma fatia de 23,6% em conjunto com sua ex-mulher, Dulce Bueno.

Essa porcentagem ainda pode subir, já que ainda há acionistas dispostos a vender seus papéis, segundo o jornal Valor Econômico

Como maior acionista, Bueno poderá indicar três dos cinco membros do conselho. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o empresário afirmou que não pretende buscar um cargo executivo, mas vai “montar um grande time de executivos” para colocar o grupo entre as maiores redes de laboratórios do Brasil.