EUA investigam Uber por possível violação de leis contra suborno

A investigação preliminar é a mais recente de uma série de discussões legais envolvendo o Uber

São Francisco – A Uber Technologies disse nesta terça-feira que está cooperando com uma investigação preliminar liderada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre possíveis violações de leis contra suborno.

A investigação preliminar é a mais recente de uma série de discussões legais envolvendo o Uber, enquanto a empresa de serviços de transportes urbanos por aplicativo espera que seu novo presidente-executivo assuma o comando da companhia.

A Uber escolheu Dara Khosrowshahi, presidente-executivo da Expedia, como seu próximo presidente, disseram fontes à Reuters, mas a empresa ainda não tornou a contratação oficial.

Um porta-voz da companhia confirmou a existência de uma “investigação preliminar” após uma reportagem do Wall Street Journal publicada nesta terça-feira.

O jornal afirmou que o Departamento de Justiça havia começado a examinar se gerentes da Uber violaram leis dos EUA contra suborno de funcionários públicos estrangeiros, especificamente a Foreign Corrupt Practices Act.

Não ficou claro se as autoridades estavam focadas sobre um único país ou sobre vários onde a companhia opera.

Veja também