EUA aprova plano da Shell para explorar petróleo no Ártico

De tal forma, a companhia do setor de energia removeu um dos principais obstáculos para explorar essas isoladas águas

Washington – O governo dos Estados Unidos aprovou com condições um plano da Royal Dutch Shell para explorar neste verão [boreal] petróleo e gás natural no Oceano Ártico.

Com isso, a companhia do setor de energia removeu um dos principais obstáculos para explorar essas isoladas águas.

A condição para a permissão do Departamento do Interior era contingente a que a Shell obtenha várias outras autorizações federais, o que a empresa espera conseguir nas próximas semanas.

Um porta-voz da empresa, Curtis Smith, disse que a Shell espera obter essas permissões em breve e já está movendo ativos e pessoas como se fosse consegui-las.

Outros obstáculos, incluindo disputas na Justiça com grupos ambientalistas e um esforço de autoridades de Seattle para impedir que a Shell use o porto da cidade para manter seus navios no porto, podem atrasar os planos.

A empresa planeja investir US$ 1 bilhão em seu projeto no Ártico neste ano, somando isso aos US$ 6 bilhões que ela já gasta com exploração offshore no Alasca nos últimos oito anos.