Estatal boliviana e Petrobras fecham acordo para estender entrega de gás

O acordo de transição foi acertado após diversas reuniões entre as duas companhias no Brasil ao longo do último mês

Brasília – A estatal boliviana YPFB disse no sábado que chegou a um acordo com a Petrobras para estender as exportações de gás natural por meio do gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol).

O acordo de transição foi acertado após diversas reuniões entre as duas companhias no Brasil ao longo do último mês para negociar a extensão do contrato de serviço de transporte de gás assinado em 1999 e que expiraria em 31 de dezembro, disse a YPFB em comunicado.

Sob os termos do acordo, que valerá de 1º de janeiro a 10 de março, a Bolívia continuará a exportar até 19,25 milhões de metros cúbicos diários, assim como volumes adicionais para gradualmente completar a provisão de 0,04 TCF (trilhões de metros cúbicos) que foi contratada pela Petrobras mas ainda não foi entregue.

A Petrobras não comentou o acordo.

Segundo a YPFB, durante o período de transição a Petrobras não fará pagamentos antecipados para volumes de gás e não serão geradas multas contra a empresa boliviana por entregas inferiores ao volume diário acordado.