Ericsson irá demitir 2.200 para aumentar lucros

O provedor de tecnologia lançou um programa para economizar mais de 9 bilhões de coroas suecas em custos, ou US$ 1,1 bilhão, até 2017

São Paulo – A Ericsson irá demitir 2.200 pessoas na Suécia, para aumentar a lucratividade. O corte faz parte do plano da empresa, anunciado em novembro do ano passado.

O maior provedor de tecnologia para rede móvel lançou um programa para economizar mais de 9 bilhões de coroas suecas em custos, ou US$ 1,1 bilhão, até 2017.

As demissões serão basicamente nas áreas de pesquisa e desenvolvimento e de fornecimento. Também serão reduzidas vagas nas áreas de vendas, administração e redução de custos externos, como consultores, segundo comunicado.

A Ericsson gastou cerca de 16% do seu lucro em pesquisa e desenvolvimento no ano passado. Há cerca de 25.700 pessoas empregadas nesse setor em todo o mundo.