Empresas reavaliam operaçõs no Iraque

Companhias aéreas estão evitando voar sobre território israelense para evitar conflitos

A Etihad Airways informou que está desviando seus voos para evitar o “espaço aéreo de conflitos” no Iraque, ao mesmo tempo em que a Turkish Airlines afirmou que vai retomar seus voos para a cidade iraquiana de Erbil.

Ambas anunciaram suas decisões neste sábado, um dia após o governo dos EUA ordenar que as companhias aéreas americanas não sobrevoem o Iraque em meio aos ataques aéreos dos EUA ao país.

Empresas de outros setores também começaram a reavaliar suas operações no Iraque. A Abu Dhabi National Energy, ou Taqa, informou neste sábado que suspendeu suas operações no bloco Atrush, na região curda do Iraque, devido à instabilidade política. “Como resultado dos recentes acontecimentos e da escala da instabilidade na região curda do Iraque, a Taqa suspendeu suas operações no bloco Atrush e, como medida de precaução, reduziu significativamente suas equipes no local”, informou a companhia, em comunicado.

As petrolíferas começaram a deslocar funcionários e suspender operações em alguns campos da região, na medida em que os EUA tentam conter o avanço de insurgentes à capital curda de Erbil. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.