Empresário Hans Rausin, da Tetra Pak, morre aos 93 anos

Sueco ficou famoso por transformar a empresa de embalagens de alimentos em uma gigante global

O empresário sueco Hans Rausing, famoso por transformar a empresa de embalagens de alimentos Tetra Pak em uma gigante global, morreu na Inglaterra na sexta-feira aos aos 93 anos.

“Hans Rausing tinha uma força excepcional e, até o fim, um compromisso com o empreendedorismo na Suécia e em todo o mundo”, afirmou a família em um comunicado.

Em 1929, seu pai, Ruben Rausing, fundou no sul da Suécia uma fábrica especializada em embalagens.

Ruben Rausing desenvolveu o primeiro recipiente de papelão na forma de um tetraedro – uma forma composta por quatro lados triangulares, também conhecida como pirâmide triangular. Esta é a forma que deu nome à empresa.

A nova embalagem foi usada principalmente para vender leite, substituindo as garrafas de vidro, o que revolucionou o setor.

Nascido em 1926, Hans Rausing expandiu a empresa, que recebeu o nome de Tetra Pak em 1951.

Diretor geral e depois presidente do grupo, liderou as inovações que renderam fama além das fronteiras do reino escandinavo.

Em 1991, a Tetra Pak adquiriu a Alfa Laval, uma das principais fornecedoras de equipamentos para a indústria agroalimentar e o setor de agricultura. O grupo passou a ser chamado Tetra Laval.

A fortuna de Hans Rausing, que trocou a Suécia pelo Reino Unido por razões fiscais nos anos 1980, está avaliada em 12 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes.