Empreeendedores brasileiros preferem o setor alimentício

Relatório do Global Entrepeneruship Monitor (GEM) referente a 2005 mostra que 27% dos novos empresários brasileiros estão disputando um espaço no setor de alimentos

Existem hoje, no Brasil, cerca de 13 milhões de pessoas dando início a um novo negócio, sendo que 27% delas tentam conquistar um espaço no setor de alimentação. A informação faz parte da edição de 2005 do Global Entrepeneruship Monitor (GEM-2005), divulgada nesta terça-feira (14/03) pelo Sebrae, em Brasília.

Como vem acontecendo nos últimos anos, o brasileiro consta na lista dos mais empreendedores do mundo. Em 2005, o desempenho nesse quesito foi o mesmo de 2004: o Brasil ocupa o 7º lugar no ranking dos países com o maior índice de pessoas responsáveis por seus próprios negócios.

De acordo com a pesquisa, 11,3% da força de trabalho brasileira está, ou iniciando novos empreendimentos, ou já é proprietária ou gerente de negócios iniciados em menos de 42 meses. Em primeiro lugar no ranking aparece a Venezuela (25%), seguida por Tailândia (20,7%), Nova Zelândia (17,6%), Jamaica (17%), China (13,7%) e Estados Unidos (12,4%).

As brasileiras também tiveram destaque na pesquisa referente a 2005: o público feminino brasileiro é o sexto mais empreendedor do mundo.