Embraer diz que mantém discussão com Boeing, mas ainda sem acordo

Segundo a Embraer, entre as possibilidades de combinação de negócios está a criação de uma empresa separada na área de aviação comercial

São Paulo – A Embraer informou nesta quarta-feira que mantém discussões com a norte-americana Boeing para combinação de negócios das duas empresas, mas que um acordo ainda não foi alcançado.

A empresa divulgou comunicado nesta quinta-feira respondendo a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários sobre reportagens publicadas pela imprensa sobre a possibilidade de um acordo poder ser concluído já na próxima semana.

Segundo a Embraer, entre as possibilidades de combinação de negócios está a criação de uma empresa separada na área de aviação comercial, “deixando por outro lado separadas as demais atividades notadamente aquelas vinculadas à área de defesa e, possivelmente, também a área de aviação executiva, que permaneceriam exclusivamente com a Embraer”.

Mais cedo, fontes afirmaram à Reuters que detalhes importantes da combinação das empresas ainda não foram acertados e que um acordo não deverá ser alcançado no curto prazo.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. afonso celso de vasconcellos

    O Brasil é um país estranho. Até quando surge uma grande oportunidade de negócio como esta, ficam de mi…mi…mi. Parece o Alan, irmão do Charlie em Two and a half man. Mesmo quando as coisas vão bem para ele, dá um jeito de estragar.