Embraer anuncia venda de 50 aviões à Republic Airways

Aviões serão operados pela United Airlines, companhia aérea associada à Republic, informou em comunicado a terceira maior fabricante de aviões do mundo

Rio de Janeiro – A fabricante brasileira Embraer anunciou nesta quarta-feira que fechou a venda de 50 aviões do modelo E175 ao grupo americano Republic Airways Holding por US$ 2,1 bilhões.

Os aviões serão operados pela United Airlines, companhia aérea associada à Republic, informou em comunicado a terceira maior fabricante de aviões do mundo e líder no segmento de aeronaves para voos regionais.

A companhia americana, que possui a maior frota de aviões do mundo e controla as empresas aéreas Chautauqua Airlines, Republic Airlines e Shuttle America, receberá as novas aeronaves a partir do terceiro trimestre de 2015, segundo a Embraer.

O contrato anunciado hoje é adicional a outro assinado em janeiro de 2013 pelas duas empresas. A Republic Airways encomendou 47 aviões E175 da Embraer, dos quais já recebeu 34 unidades. O acordo previa a opção de compra de mais 47 aeronaves do mesmo modelo.

“Temos longas e muito bem-sucedidas relações com a Republic e com a United. Esse novo contrato reforça ainda mais esses importantes laços”, afirmou o presidente da Embraer, Paulo César Silva.

“Como líder mundial no mercado de aviões entre 70 e 130 assentos, a Embraer demonstrou grande capacidade para atender as necessidades das companhias aéreas no exigente e desafiante mercado de voos regionais dos EUA”, acrescentou o executivo.

A Republic Airways, uma das primeiras empresas americanas a adquirir aviões da Embraer, já contava em sua frota com 72 aeronaves E170 da fabricante brasileira, 100 do modelo E175 e 41 do ERJ 145.

O grupo americano, com sede em Indianápolis, oferece cerca de 1.300 voos regulares entre 110 cidades dos EUA, Canadá e o Caribe.