Em seu site, Fiat descarta venda de ativos

Embora a Fiat tenha registrado vendas recorde no Brasil e ajudado a Chrysler a registrar resultados fortes nos EUA em 2012, a empresa perdeu milhões de euros na Europa

Milão – A Fiat tem dinheiro suficiente para cuidar de si mesma, sem ter de vender ativos, como sua marca esportiva Ferrari, ou recorrer a seu parceiro Chrysler Group LLC, afirmou a montadora italiana em seu site.

“A Fiat (excluindo) a Chrysler tem níveis de liquidez adequados para lidar com as necessidades operacionais, planos de investimento e qualquer incerteza nos mercados”, disse a empresa em uma apresentação de slides em seu site preparada para reuniões com investidores em Nova York na quinta-feira (13) e sexta-feira (15) para revisar os seus resultados de 2012.

“Não (há) necessidade do grupo de monetizar os ativos”, acrescentou a empresa em resposta a uma pergunta de um analista, publicada no slide, sobre se a montadora iria considerar uma oferta pública inicial da Ferrari, uma opção vista por analistas como uma maneira de Fiat poder levantar dinheiro.

A resposta ecoou comentário do executivo-chefe da montadora, Sergio Marchionne, em entrevista coletiva com analistas no dia 30 de janeiro, quando a companhia anunciou seus resultados do ano passado.

Embora a Fiat tenha registrado vendas recorde no Brasil e ajudado a Chrysler a registrar resultados fortes nos Estados Unidos em 2012, a empresa perdeu centenas de milhões de euros na Europa, onde as vendas tiveram um colapso devido ao enfraquecimento da economia. As informações são da Dow Jones.