Eletrobras diz não ter fechado compra de 51% da Celg

A empresa informa que assinou um termo de compromisso com o objetivo de manter negociações para aquisição, mas que esta ainda não foi finalizada

Brasília – Em comunicado ao mercado divulgado nesta quarta-feira, 12, a Eletrobras esclareceu que ainda não detém 51% das ações da Companhia Energética de Goiás (Celg). O informe ressalta que em 30 de janeiro a Eletrobras assinou um termo de compromisso com o objetivo de manter negociações para aquisição de até 51% das ações ordinárias da Celg, concessionária controlada pelo governo de Goiás.

Além da Eletrobras, assinaram o termo de compromisso representantes do governo estadual, Celg Participações e Celg Distribuição. A holding estatal informa que as negociações ainda não foram concluídas.

Em reportagem publicada na terça-feira, 11, pelo Broadcast, serviço de informações da Agência Estado, informando sobre a estratégia em estudos pela Eletrobras para a venda de seis distribuidoras de energia federalizadas, foi divulgado equivocadamente que 51% da Celg já estariam sob seu controle. Os demais dados da reportagem não foram questionados no comunicado da holding estatal.

Juntas, as seis distribuidoras (sem contar a Celg) teriam sido avaliadas entre R$ 1 bilhão e R$ 1,2 bilhão, segundo dados apurados pelo Broadcast.