Eike despenca na lista de bilionários com perdas da OGX

Empresário perdeu posição em ranking da Bloomberg e figura agora como o 21º mais rico do mundo

São Paulo – O sonho de Eike Batista de se tornar o homem mais rico do mundo pode estar distante. Isso porque, as perdas das empresas do grupo EBX – que somaram mais de 8 bilhões de reais ontem – atingiram também a fortuna do empresário e fizeram com que ele perdesse posição no ranking de bilionário da Bloomberg.

Eike que já figurou como 10º mais rico do mundo, quando o ranking da Bloomberg foi lançado, em março deste ano, nesta quinta-feira, ocupa a 21ª posição, com perda acumulada de 2,3 bilhões de dólares e fortuna avaliada em 21,1 bilhões de dólares.

Ontem, as ações da OGX caíram mais de 25% e encerraram o pregão negociadas a 6,25 reais. A queda está relacionada à divulgação dos testes de vazão do Campo de Tubarão Azul, localizado na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro, que decepcionaram o mercado e impactaram o desempenho da maioria das empresas de Eike.

Na lista de bilionários da Forbes, se também houvesse atualizações, Eike cairia também para a 21ª posição, com todas as perdas acumuladas no ano. O empresário, segundo a publicação americana, é o sétimo homem mais rico do mundo, com fortuna avaliada em 30 bilhões de dólares.