EDP portuguesa prevê que lucro crescerá 4% ao ano até 2020

O grupo português adiantou que espera taxa média de crescimento anual do Ebitda por volta de 3% até 2020

Lisboa – A EDP Energias de Portugal prevê crescimento médio anual de 4% de seu lucro líquido até 2020, apoiado pela presença em energia eólica e uma ligeira recuperação do mercado, afirmou a empresa, que tem como objetivo investir 1,4 bilhão de euros ao ano em energias renováveis e nos Estados Unidos.

Em apresentação a investidores, a EDP disse que suas perspectivas de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) e de lucro líquido até 2020 “estão apoiadas no crescimento da (energia) eólica e em uma leve recuperação do mercado”.

O grupo português adiantou que espera taxa média de crescimento anual do Ebitda por volta de 3% até 2020, o que levaria o indicador a superar os 3,6 bilhões de euros em 2016.

A EDP também disse que sua subsidiária EDP Renováveis deverá investir 4,8 bilhões de euros entre 2016 e 2020, com aumento de capacidade de 0,7 gigawatt por ano, mantendo os EUA e os parques eólicos como estratégias centrais de crescimento.

A companhia explicou que 65% da expansão em capacidade instalada será nos EUA, 15% na Europa e 10% no Brasil.

No Brasil, a empresa prevê aumento anual médio de 4% no Ebitda em reais.

A EDP é controladora, com 51%, da EDP Brasil, que atua em geração hidrelétrica e termelétrica no país e ainda possui duas distribuidoras de energia; a companhia também está presente no país por meio de ativos de geração da EDP Renováveis.