Todos os Millennials são iguais? O ZAP diz que não

Embora a locação de imóvel seja a opção mais buscada por esse público, existe um grupo dentro dessa geração que ainda sonha com a casa própria

 

Todos os Millennials são iguais? A resposta é: não. Segundo uma pesquisa inédita do ZAP, essa geração – também conhecida como geração Y – nascida entre 1985 e 2000 apresenta comportamentos diferentes de acordo com o seu estado civil. O ZAP identificou que Millennials casados têm 35% mais interesse em comprar um imóvel para viver do que aqueles que são solteiros. Por sua vez, um Millennial que não tenha um relacionamento formal tem 21% mais interesse em uma locação do que um casado e 40% a mais de interesse em morar de aluguel do que as demais gerações.

Segundo o levantamento, a maioria dos Millenials segue o estereótipo da geração: é solteira (57%), quer morar sozinha ou, no máximo, com uma pessoa (62%) e tem como preferência alugar um imóvel (53%) para ganhar mobilidade, seja morando perto do trabalho ou de uma região central, de fácil deslocamento. “Essa é uma geração que prioriza experiências e qualidade de vida. Porém, os que se casaram tendem a buscar uma estabilidade maior, e isso acaba acarretando na intenção de adquirir um imóvel”, analisa Eduardo Schaeffer, CEO do ZAP.

“E ao olharmos a pesquisa por sexo, verificamos que a maioria do público Y é formada por mulheres”, ressalta Schaeffer. As jovens Y são responsáveis por 61% de todas as buscas por um imóvel no ZAP, seguindo um comportamento das demais gerações, porém, de forma mais intensa, uma vez que nas demais faixas etárias as buscas feitas por mulheres ficam, na média, em 52% do total. “Hoje, as mulheres ocupam quase a metade dos postos de trabalho no Brasil e esse cenário claramente impacta na decisão de buscar um imóvel para viver com independência”, aponta o CEO.

E como essa geração cresceu em um mundo altamente conectado, seu impacto no mercado imobiliário também é sentido pela velocidade com que toma decisões. “Solteiros ou casados, os Millennials têm algo em comum: a velocidade com que querem se mudar”, analisa Schaeffer. Segundo o estudo, 55% de todos os jovens Y querem se mudar imediatamente ou, no máximo, em três meses.

Além disso, o estudo mostra que o acesso a uma gama variada de informações por meio da internet faz com que os jovens tenham embasamento para analisar o mercado.  “Isso reflete também na análise de preços: apenas 5% dos Millennials não sabe opinar sobre o valor dos imóveis, o menor patamar em todas as gerações”, resume o CEO. E, para 80% dos jovens ouvidos pelo ZAP, os preços dos imóveis estão “altos” ou “muito altos”; nas demais gerações, 74% têm essa mesma percepção.

 

Sobre o ZAP
O ZAP (www.zapimoveis.com.br) é o maior portal imobiliário do Brasil. Empresa do Grupo Globo, o site se destaca por reunir o maior e mais qualificado número de ofertas, além de soluções e informações para quem quer alugar, comprar ou vender. Com uma base de dados atual e confiável, o ZAP também fornece informações estratégicas para analistas do Brasil e do exterior sobre as relações entre a oferta e a demanda de imóveis em todo o País. Possui mais de 14 milhões de usuários e mais de 18 milhões de visitas por mês às suas mais de um milhão de ofertas listadas.