Guru dos concursos dá dicas sobre como passar na OAB

Renato Saraiva conta como passar na OABRenato Saraiva fala sobre a preparação para a prova e sobre como ser aprovado na primeira fase, que será realizada no dia 19 de novembro

A primeira fase da OAB XXIV está chegando. Com a proximidade do exame, surgem as dúvidas sobre como passar na prova mais esperada por estudantes de Direito. A prova será aplicada no dia 19 de novembro e requer preparo técnico e emocional para bons resultados. Pensando nisso, o presidente do Grupo CERS – maior rede de cursos preparatórios para concursos públicos, OAB e carreiras jurídicas – Renato Saraiva, dá dicas para quem está se preparando para passar na OAB.

Quando começar a estudar?
Entre a maior parte dos estudantes existe a dúvida: com quanto tempo de antecedência devo iniciar minha preparação para OAB? Para o professor Renato Saraiva é difícil mensurar esse tempo, pois depende de cada aluno, por isso, é essencial definir metas. “Estabeleça um cronograma de estudos para garantir tempo e profundidade na preparação. Assim, será possível saber, por exemplo, quanto tempo dedicar à cada disciplina”, indica. Além disso, não se esqueça de acompanhar o calendário da FGV, organizadora do Exame da OAB.

Método de aprendizagem
Cada aluno tem uma forma de absorver o conteúdo com assertividade, seja por vídeos, áudios e por meio de muita leitura. Por isso, é importante entender o método que melhor funciona para a preparação. Além disso, optar por um curso preparatório pode ser uma opção para aqueles que precisam de ajuda para reforçar os estudos e tirar dúvidas.

Administre seu tempo desde já
“Muitos já me perguntam como passar na última edição do exame da OAB 2017 e minha resposta é: estudo e preparação”, afirma Saraiva. Segundo o Guru dos Concursos, além de conhecer a técnica, é preciso se preparar em relação ao tempo, o principal “inimigo” dos estudantes. Por isso é fundamental praticar com simulados e questões de exames anteriores, para aprender a melhor forma de distribuir o tempo de prova.

Acompanhe os temas mais cobrados
É importante entender a prova e sua metodologia. Avaliando os exames anteriores e acompanhamento a correção de outras edições é possível identificar as disciplinas mais cobrada e se dedicar a elas com antecedência. Além disso, invista na prática de respostas multidisciplinares, novidade no último exame da Ordem, o XXIII, e que tende a marcar presença nas próximas provas.

Inteligência emocional
Mais do que conhecer a técnica, é preciso controlar os ânimos. Muitas vezes, o nervosismo e a ansiedade podem atrapalhar o plano de realizar uma boa e tranquila prova. “Não adianta conhecer todas as leis e temas disciplinares se você não consegue se controlar. É preciso ter inteligência emocional para passar na OAB ou em um concurso. Se for preciso, busque algumas oficinas e palestras de coaching para ajudar nesse processo”, pontua Saraiva.

Passada a primeira fase da OAB, comece a pensar em qual área irá escolher para a prova prática-profissional. “É importante não deixar a continuidade da preparação para a última hora. É preciso que os estudantes entendam como passar na OAB, ou seja, compreendendo que é um processo sequencial de preparação”, avalia o presidente do Grupo CERS, que também aconselha os alunos a não desistirem na primeira adversidade. “Não deixe que o exame seja um peso para os ombros. Se não passar de primeira, não desanime. Tente quantas vezes forem necessárias até concretizar o sonho da profissão”.

 

Sobre o Grupo CERS
O Grupo CERS é especialista no aperfeiçoamento e no direcionamento de carreiras por meio de ensino online. Os quatro principais braços do Grupo – CERS Cursos Online, Pós-Graduação, CERS Centro de Estudos e CERS Corporativo – oferecem educação de qualidade tanto para carreiras jurídicas quanto para outras áreas por meio de transmissões flexíveis e constantemente atualizadas. Em 2016, o Grupo CERS faturou R$ 75,6 milhões e a perspectiva para este ano é de alcançar R$ 89 milhões. “No DNA do CERS estão o mundo do Direito e a educação com qualidade. Unimos a isso tecnologia, interatividade e muita inovação. Queremos que o nosso aluno receba o melhor ensino à distância do país”, afirma Renato Saraiva, presidente do CERS, que nasceu como uma escola online preparatória para concursos públicos em Direito.