EasyJet cria nova companhia na Áustria pensando no pós-Brexit

A companhia solicitou um certificado de operador no país, o que a permitirá estabelecer a "easyJet Europe"

A companhia britânica easyJet pediu um certificado de operador na Áustria para poder continuar voando na União Europeia (UE) após a formalização do Brexit – anunciou a empresa nesta sexta-feira (14).

Esse certificado “permitirá estabelecer uma nova companhia ‘easyJet Europe’. A sede se estabelecerá em Viena e permitirá à empresa continuar voando ao mesmo tempo através da Europa e em voos domésticos em países europeus, depois que o Reino Unido deixar a UE”, explicou a empresa, em um comunicado.

Os trâmites do certificado “estão avançados”, e a companhia espera obtê-lo “em um futuro próximo”.

A iniciativa não implica cortes de vagas, nem transferência de funcionários do Reino Unido.

“O estabelecimento da easyJet Europe permitirá a criação de um certo número de empregos na Áustria, mas nenhuma emprego do Reino Unido será transferido para a Áustria”, reforçou a nota.

“Todos os funcionários da easyJet no Reino Unido continuarão instalados em Luton e em nossas outras 11 bases inglesas”, completou a empresa.