Dono da Coteminas vira sócio de rede de bijuteria

40 unidades em funcionamento: My Gloss fatura cerca de R$ 60 milhões ao ano

São Paulo – Dono de um império têxtil, o empresário Josué Gomes da Silva, filho do ex-vice-presidente José Alencar e herdeiro da Coteminas, resolveu seguir os passos de outros empresários famosos e investiu em um pequeno negócio: a rede de bijuterias finas My Gloss, que hoje tem 60 unidades espalhadas pelo Brasil.

O aporte de Josué – que se uniu a outros investidores para ficar com cerca de 40% do negócio – ficará entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões, de acordo com fontes de mercado.

“O investimento na My Gloss residiu na crença no trabalho dos empreendedores que fundaram o negócio (os irmãos Rodrigo e Kátia Stocco)”, disse o empresário ao jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com Josué, ele e seus parceiros de investimento não criaram um fundo estruturado para aportes em empresas de pequeno e médio porte.

Ele pondera, porém, que isso não quer dizer que novos investimentos semelhantes não possam ser feitos no futuro. O negócio com a My Gloss foi intermediado pela consultoria Target Advisor.

Fundada há cinco anos, a rede My Gloss é considerada pelo mercado uma alternativa mais barata à líder do segmento, a Morana, que tem mais de cem pontos de venda no Brasil.

Atualmente com 40 unidades em funcionamento, a My Gloss fatura cerca de R$ 60 milhões ao ano e precisava de capital para financiar um projeto de rápida expansão.

De acordo com fontes de mercado, mais 25 pontos de venda da rede devem ser inaugurados ao longo do próximo ano.

Nos últimos meses, a rede, mais conhecida por produtos populares, começou um esforço para tentar sofisticar a sua oferta – abriu, por exemplo, um quiosque no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, uma das principais referências em comércio de luxo em todo o país.

Além disso, a My Gloss contratou a modelo Isabeli Fontana para estrelar uma campanha publicitária e ganhar visibilidade no mundo da moda.

Embora seja um grupo conhecido pela força industrial, a Coteminas também está presente no varejo de têxteis com as marcas Artex (adquirida em 1998) e MMartan (cuja totalidade foi comprada pelo grupo em 2009) – a primeira marca tem um posicionamento mais popular, enquanto a segunda atende às classes A e B.

Nas redes multimarca, a empresa também vende os produtos da Santista.

Investidores de peso

Não é incomum que grandes empresários façam investimentos em pequenos negócios que acreditam ter potencial de crescimento.

Em 2013, o bilionário Jorge Paulo Lemann, um dos fundadores da Ambev, comprou 20% da sorveteria Diletto com a meta de transformar o negócio em um concorrente capaz de enfrentar marcas estrangeiras como Häagen Dazs e Ben & Jerry’s.

Em agosto deste ano, a Península, veículo de investimento da família do empresário Abilio Diniz, adquiriu, ao lado dos fundos Ocean e Innova Capital, uma participação de 80% na rede de padarias Benjamin Abraão, que contabiliza oito lojas na capital paulista.