Donald Trump assume 100% da organização do Miss Universo

O multimilionário anunciou que se tornou o dono absoluto da organização do concurso Miss Universo após ter comprado a metade que desde 2002 pertencia à NBC

Nova York – O multimilionário Donald Trump anunciou nesta sexta-feira que se tornou o dono absoluto da organização do concurso Miss Universo após ter comprado a metade que desde 2002 pertencia à emissora “NBC” por uma quantidade que não foi revelada.

“Acabo de comprar a metade da organização do Miss Universo da ‘NBC’ e estabelecer todas as ações judiciais contra eles. Agora tenho 100% – fique atento!”, escreveu o pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos em sua conta no Twitter.

No entanto, de acordo com “The New York Times”, não ficou claro se Trump, como fez com a “Univisión”, processou à emissora “NBC”, que também abriga o programa “The Apprentice” (semelhante a “O Aprendiz”), onde o magnata era o anfitrião.

Os problemas judiciais entre Trump e a “NBC” surgiram depois que o canal cancelou a transmissão do concurso em 12 de julho para escolher a candidata dos Estados Unidos para a próxima disputa do Miss Universo.

A decisão da “NBC” foi uma resposta aos ataques de Trump ao México, país que ele disse ter enviando “gente com um monte de problema, drogas, crimes e estupradores” aos Estados Unidos.

Após conhecer a decisão de seu então sócio, Trump enviou um comunicado no qual acusava a “NBC” de “fraca” e de tentar ser “politicamente correta”.

As declarações sobre os mexicanos valeram ao aspirante republicano duras críticas de políticos, famosos e donos de empresas, que além de “NBC” incluem “Univisión” e “Televisa”, que também romperam laços comerciais com ele.

Trump processou a “Univisión” em US$ 500 milhões por romper o contrato para a transmissão do mesmo concurso que a “NBC” se negou a exibir, situação que ainda está pendente. O Miss Estados Unidos foi então ao ar através do canal de TV a cabo “Reelz”, que abrange 60% do país.