BW2 vai recorrer de decisão do Procon para garantir vendas

A empresa, dona de Americanas e Submarino, emite comunicado e garante manutenção dos serviços de varejo eletrônico

São Paulo – A B2W Companhia Global do Varejo, responsável pelos sites Americanas, Submarino e Shoptime, informou que irá entrar com recurso no Procon para impedir a interrupção de seus serviços de varejo on-line por três dias. “A decisão do Procon oferece possibilidade de recursos nas esferas administrativa e judicial, que serão apresentados nos prazos legais”, informa o comunicado.

Nesta quinta-feira, o Procon determinou a suspensão das atividades por 72 horas das três lojas de comércio eletrônico em todo o estado de São Paulo por falhas na entrega de produtos oferecidos a seus consumidores. Não foi especificado quando isso irá ocorrer. A empresa tem até 15 dias para recorrer da decisão. Nesse período, os endereços continuam no ar.

A fundação de defesa do consumidor alega que serviços registram um número crescente de reclamações. Entre o segundo semestre de 2010 e o primeiro de 2011, a cifra saltou de 1.479 para 3.635 ocorrências – alta de 246% do número de casos relatados. Para rebater a decisão do Procon, no entanto, a B2W apresentou um relatório de redução no índice de queixas contra a empresa. “A companhia registrou uma queda de 30% na média mensal de reclamações do Procon-SP no segundo semestre se comparado ao primeiro semestre de 2011, e o tempo médio de atendimento destas reclamações reduziu substancialmente”, argumenta.

Uma análise jurídica do próprio Procon determinará a suspensão dos sites no estado. Caso a decisão se mantenha, a B2W terá de pagar uma multa no valor de 1.744.320 reais.