Telecom Itália, dona da TIM entra na disputa por parte da Oi

Oi tem enfrentado dificuldades para se reerguer desde que entrou com pedido de recuperação judicial em 2016 para reestruturar uma dívida de R$ 65 bi

Além da espanhola Telefônica, a Oi também está negociando com a Telecom Itália, dona da operadora TIM, para vender seu negócio de telefonia móvel, a fim de evitar a liquidação da companhia, disseram cinco pessoas a par do assunto.

A Oi tem enfrentado dificuldades para se reerguer desde que entrou com pedido de recuperação judicial em 2016 para reestruturar uma dívida de R$ 65 bilhões.

A maior operadora de telefonia fixa do Brasil espera levantar mais de R$ 10 bilhões com a venda do segmento móvel.

Os recursos provenientes da venda do negócio seriam usados para fortalecer o serviço de banda larga, considerado chave para o crescimento da empresa.

A Oi também entrou em conversas preliminares com a americana AT&T e outra empresa chinesa, visando a atrair participantes que ainda não operam na América Latina.

Representantes da Oi, da AT&T e das subsidiárias brasileiras da Telefônica e da Telecom Itália recusaram-se a comentar o assunto. Na Itália, uma porta-voz negou que “qualquer negociação esteja em andamento com a Oi”.

Embora as negociações se refiram ao segmento móvel, a venda de toda a Oi não é descartada, ainda que tal acordo seja menos provável, segundo fonte.

Desde que entrou com pedido de recuperação judicial, a base de clientes móveis da Oi encolheu mais de 20% e a companhia vem queimando caixa. A Oi tinha 35 milhões de clientes em telefonia móvel em junho.