Bilionários se preparam para disputar final da Champions League

John Henry tem investido no Liverpool desde 2010 e Joe Lewi, é acionista controlador do Tottenham desde a virada do século

(Bloomberg) — Milhões de torcedores do Liverpool e do Tottenham Hotspur em todo o mundo estarão hipnotizados durante a final da Champions League disputada neste sábado em Madri, mas dois bilionários do outro lado do Atlântico são os que têm mais a ganhar ou perder com o jogo.

John Henry, principal proprietário do Fenway Sports Group, que também é dono do Boston Red Sox, tem investido no Liverpool desde 2010. Joe Lewis, um operador de câmbio com sede nas Bahamas, é acionista controlador do Tottenham desde a virada do século por meio da holding ENIC. Suas participações estão avaliadas em cerca de US$ 1 bilhão, segundo o Índice de Bilionários Bloomberg.

O clube vencedor vai receber um extra de 4 milhões de euros (US$ 4,5 milhões), mas a recompensa seria o aumento resultante do valor dos times.

“Isso ajuda sua posição com os patrocinadores, o valor do clube e onde você se senta na hierarquia global”, disse Dan Jones, chefe global de negócios esportivos na Deloitte. “Quanto melhor for o desempenho do clube em campo, maior será seu valor.”

Os donos do Liverpool e do Tottenham Hotspur já se beneficiaram de seus investimentos. O Fenway Sports comprou o Liverpool por cerca de US$ 500 milhões em 2010. O clube era avaliado em cerca de US$ 2,4 bilhões no início de 2019, segundo cálculos da KPMG. Lewis fortaleceu sua participação mais gradualmente, fazendo uma parceria com Daniel Levy para comprar uma fatia de 27% por cerca de 22 milhões de libras (US$ 27,7 milhões) em 2001. Hoje, a dupla possui uma participação de 86% por meio da ENIC. A KPMG estima o valor do clube em US$ 1,9 bilhão.

Um porta-voz do Tavistock não quis comentar. Representantes do Fenway, Liverpool e Tottenham não responderam a pedidos de comentários.

O Liverpool, cujo técnico é o alemão Jurgen Klopp, é o favorito para vencer o Spurs depois de terminar bem à frente na Premier League da Inglaterra. Uma vitória daria o sexto título da Champions ao Liverpool, enquanto o Tottenham quer segurar a taça pela primeira vez.

A casa de apostas britânica SkyBet mostra uma probabilidade de 10-11 para a vitória do time de Klopp no jogo de sábado, contra 3-1 para o Tottenham. Uma aposta acertada de US$ 11 no Liverpool renderia um ganho de US$$ 10 comparado com um prêmio de US$ 33 com a mesma aposta em seu oponente.

As equipes são mais equilibradas no lado comercial.

O Tottenham teve receita recorde de 381 milhões de libras no ano encerrado em 30 de junho de 2018, com lucros retidos mais do que triplicando para 113 milhões de libras – a temporada mais lucrativa da história dos clubes de futebol, segundo Jones. A receita do Liverpool totalizou 455 milhões de libras nos 12 meses até maio de 2018, com 106 milhões de libras de lucro.