OGX está perto da recuperação judicial, dizem fontes

A abordagem tem como objetivo uma reorganização da empresa e se difere do tradicional processo de falência no Brasil

São Paulo – A OGX, a petrolífera controlada pelo ex-bilionário Eike Batista, está se preparando para entrar com um pedido de recuperação judicial, segundo pessoas próximas ao assunto.

A abordagem tem como objetivo uma reorganização da empresa e se difere do tradicional processo de falência no Brasil, que tende a terminar com a liquidação da companhia.

De acordo com as fontes, o pedido pode ocorrer nos próximos dias. Representantes da OGX e de Eike Batista não comentaram o assunto.

A OGX, que está operando com cerca de US$ 3,6 bilhões em dívidas, vinha tentando até agora chegar a um acordo com seus credores visando a uma reestruturação.

Muitos credores viajaram ao Brasil para se encontrar com conselheiros esta semana, disseram as fontes. A companhia pediu uma injeção de capital de US$ 75 milhões, mas não recebeu uma resposta imediata dos credores, que estão preocupados com a possibilidade de não recuperar o dinheiro.

A empresa, que era a base do império de infraestrutura de Eike, não conseguiu alcançar suas metas de produção e, segundo as fontes, terá que recorrer a um pedido de recuperação judicial, porque seus fornecedores estão relutantes em fazer negócios com a OGX, na medida em que seus problemas se aprofundam.

As ações da OGX despencaram mais de 90% nos últimos 12 meses. Fonte: Dow Jones Newswires.