Diretores do Olive Garden servem mesas para testar serviço

“Eu estava servindo as mesas, recepcionando clientes, trazendo os alimentos e trabalhando na cozinha. Foi uma experiência incrível”, disse membro da diretoria

São Paulo – Como parte da reestruturação que começou no ano passado, toda a diretoria do Olive Garden precisou trabalhar nos restaurantes por um dia para entender a fundo o funcionamento da empresa.

A ideia foi do fundo Starboard Value, responsável pelas mudanças que a rede está fazendo desde o ano passado. A Olive Garden tem cerca de 840 unidades nos Estados Unidos

Jeff Smith, presidente do fundo, disse à Bloomberg que “cada um dos membros da diretoria tirou uma noite para trabalhar dentro do restaurante”.

“Eu estava servindo as mesas, recepcionando clientes, trazendo os alimentos e trabalhando na cozinha. Todos nós fizemos isso e foi uma experiência incrível”. 

Na entrevista ao veículo americano, ele afirmou: “como seremos capazes de tomar boas decisões na diretoria sem saber o que está acontecendo nos restaurantes?”.

A grande lição que aprenderam com a experiência é que os atendentes estão fazendo um ótimo trabalho, mas precisam de ferramentas melhores, como um novo menu.

Reformulação

Em setembro do ano passado, o fundo Starboard Value publicou um manifesto de 294 páginas com cada um dos acertos e (muitos) erros dos restaurantes com inspiração italiana. 

Na apresentação, o fundo criticou o serviço “decepcionante”, o menu “confuso”, os preços “alienantes” e os pratos “absurdamente longe” da tradição italiana.

Em um dos itens, o fundo afirmava que o “Olive Garden poderia servir pratos italianos mais autênticos e cortar o uso de frituras”. Ao lado de hambúrgueres e fritas, húmus e tapas espanhóis, a rede servia massas com molhos gordurosos e calóricos.

Para eles, os breadsticks deveriam mudar sua receita. Os pães, icônicos e ilimitados, continham farinha de qualidade inferior, eram muito aerados e pouco saborosos. 

O fundo comprou, então, cerca de 10% do grupo Darden Restaurant no ano passado, que é detentor da rede Olive Garden, para trazer mudanças radicais na rede. 

Desde o ano passado, trocou toda a diretoria e todos os gerentes. Criou uma apresentação de mais de 300 páginas, sobre cada um dos pontos que deveriam mudar na empresa.

O novo formato da rede foi lançado no começo de junho.