Diretor da Porsche é favorito para assumir Volkswagen

Ex-presidente da VW, Martin Winterkorn, renunciou após grande escândalo na companhia

Frankfurt – O diretor-executivo da fabricante de veículos esportivos Porsche, Matthias Müller, desponta como favorito para assumir a presidência do grupo Volkswagen, substituindo Martin Winterkorn, que renunciou após um grande escândalo na companhia, informa a imprensa alemã.

O conselho de supervisão da Volkswagen decidirá amanhã em sua reunião na sede central em Wolfsburg quem será o presidente da principal empresa automobilística alemã.

Junto a Müller, de 62 anos, também está sendo cotado o nome de Winfried Vahland, presidente da Skoda, subsidiária da Volkswagen na República Tcheca, para substituir Winterkorn.

Além disso, o atual diretor de Produção da Porsche, Oliver Blume, de 47 anos, poderia assumir o posto de Müller à frente da fabricante de veículos esportivos do grupo.

Winterkorn renunciou após o escândalo de fraude de emissão de gases poluentes em veículos a diesel da Volkswagen.

Ele foi o executivo mais bem pago de uma empresa do DAX 30, principal índice da Bolsa de Valores de Frankfurt, com 15,8 milhões de euros em 2014.

Agora, Winterkorn negocia com o conselho de supervisão da companhia as condições da rescisão de seu contrato como presidente antes do tempo e o pagamento de uma indenização.

Os valores chegavam a 28,5 milhões de euros no final do ano passado.