The Coca-Cola Company anuncia plano de sucessão da liderança sênior

A The Coca-Cola Company anunciou hoje que o Conselho de Administração
aprovou por unanimidade a recomendação do presidente e diretor executivo
Muhtar Kent para uma evolução da estrutura da liderança sênior da
empresa. De acordo com a nova estrutura, o veterano da empresa, James
Quincey, presidente e diretor de operações, será o sucessor de Kent como
diretor executivo a partir de 1 de maio de 2017. Kent continuará como
presidente do Conselho de Administração.

Esta Publicação Smart News contém multimédia. Ver aqui a publicação na íntegra:
http://www.businesswire.com/news/home/20161211005060/pt/

James Quincey, President and Chief Operating Officer, The Coca-Cola Company, stands with Muhtar Kent ...

James Quincey, President and Chief Operating Officer, The Coca-Cola Company, stands with Muhtar Kent, Chairman and Chief Executive Officer, The Coca-Cola Company. Quincey will succeed Kent as CEO, effective May 1, 2017. (Photo: Business Wire)

O Conselho pretende nomear Quincey para ser candidato para o cargo de
diretor durante a Assembleia Geral Anual de Acionistas em abril de 2017.

“Gerenciar a The Coca-Cola Company para garantir o nosso crescimento a
longo prazo exige um processo de planejamento de sucessão ponderado e
sistemático”, disse Muhtar Kent. “Tenho estado envolvido em discussões
sobre sucessão e desenvolvimento de talentos com o nosso Comitê de
Desenvolvimento de Gestão e com todo o Conselho durante todo o meu
mandato como diretor executivo. Estamos certos que James Quincey está
preparado para estas novas responsabilidades e é absolutamente a escolha
certa para liderar a nossa empresa e sistemas em direção ao futuro.

“Uma das principais prioridades do nosso Conselho é o desenvolvimento da
próxima geração de líderes e James é um exemplo perfeito do nosso fluxo
de talentos em ação”, adicionou Kent. “Tendo trabalhado de perto com
James durante os últimos 10 anos de sua carreira de 20 anos na nossa
empresa, sei que seu amplo conhecimento do setor, experiência com as
nossas marcas, valores e sistemas, além de uma compreensão perspicaz das
preferências em constante evolução do consumidor fazem dele o candidato
ideal para liderar a nossa empresa e sistema de engarrafamento com
eficácia. James tem a visão estratégica e a liderança inspiradora
necessárias para liderar a próxima fase de crescimento do nosso
excelente negócio.

“Tem sido o privilégio mais incrível e único ser presidente e diretor
executivo da nossa grande empresa ao longo dos últimos oito anos”,
continuou Kent. “Esta transição chega num momento de importante evolução
para a The Coca-Cola Company. Nossa jornada para voltarmos a concentrar
no nosso modelo de negócios central de desenvolver fortes marcas
globais, aprimorar um valor sustentável para o cliente e liderar um
sistema de franquia forte e dedicado está avançando muito bem. Durante o
tempo que James tem atuado como presidente e diretor de operações, ele
tem demonstrado cada vez mais sua profunda compreensão sobre as
dinâmicas do nosso negócio e o que é necessário para vencer no mercado”.

Sam Nunn, diretor líder independente do Conselho de Administração da The
Coca-Cola Company, declarou: “Em nome do Conselho, agradecemos a Muhtar
por sua excepcional liderança e dedicação como presidente e diretor
executivo da The Coca-Cola Company. Muhtar é um verdadeiro visionário
que liderou a empresa ao longo de um crescimento sustentado e
estabeleceu o caminho para uma extraordinária oportunidade futura.
Muhtar colocou sistematicamente a próxima década à frente do próximo
trimestre e definiu uma base sólida para seu sucessor e para os
acionistas. Entre suas muitas realizações, Muhtar desenvolveu uma equipe
de liderança de nível internacional e temos a sorte de ter um líder com
as capacidades de James como o nosso próximo diretor executivo”.

Nunn expressou a confiança do Conselho na nomeação de Quincey: “James é
um líder comprovado, com entusiasmo no desenvolvimento de pessoas, que
cria equipes fortes e culturas vencedoras em todos os locais onde atua.
Ele tem a combinação ideal de habilidades, capacidade e experiência e
acreditamos que não existe ninguém mais capaz do que ele para liderar a
The Coca-Cola Company”.

Warren Buffett, presidente e diretor executivo da Berkshire Hathaway
Inc., disse, “Como presidente e diretor executivo, Muhtar tem sido um
excelente administrador dos negócios da Coca-Cola ao longo dos últimos
oito anos, e estou grato pela liderança que ele ofereceu para
estabelecer a visão certa, estratégia e plano de sucessão ponderado para
alcançarmos sucesso a longo prazo. Conheço James e, como ele, acredito
que a empresa investiu de maneira inteligente no futuro com esta
escolha”.

“Sinto-me verdadeiramente honrado por liderar esta incrível empresa em
direção ao futuro”, disse Quincey. “Muhtar tem sido um catalisador de
mudança na The Coca-Cola Company – impulsionando a transformação do
nosso sistema global de engarrafamento, ampliando o nosso portfólio de
produtos e fazendo com que a sustentabilidade seja fundamental para o
negócio. Estou comprometido em continuar minha forte parceria com
Muhtar, nossa talentosa equipe administrativa e colaboradores, e nossos
valiosos parceiros de engarrafamento, para dar continuidade a esse
impulso e capturar as incríveis oportunidades existentes”.

Quincey, 51 anos, foi nomeado presidente e diretor de operações da The
Coca-Cola Company em agosto de 2015. No início deste ano, ele
estabeleceu uma nova equipe de liderança e estrutura operacional
internacional para fazer com que a empresa ficasse mais eficiente e
eficaz nos níveis locais, ajudando nossas unidades operacionais a
ficarem mais rápidas e ágeis. Ao longo de sua carreira na Coca-Cola,
Quincey demonstrou liderança em abordar as alterações de consumo através
da ampliação das ofertas de produtos, introduzindo tamanhos de pacote
menores e, mais recentemente, orientou uma reformulação sistemática do
portfólio para reduzir o açúcar acrescentado com mais de 200 iniciativas
em andamento.

Antes deste cargo, Quincey atuou como presidente do Grupo Europa da The
Coca-Cola Company. Sob sua liderança, o Grupo Europa foi o grupo
operacional mais lucrativo da empresa, pois ampliou estrategicamente seu
portfólio de marca e aperfeiçoou a execução por toda a sua região
geográfica.

Quincey foi presidente da unidade de negócios do Norte da Europa e
Países Nórdicos (NWEN) de 2008 a 2012. Entre as muitas realizações de
Quincey durante este período esteve sua liderança durante a aquisição
dos sucos innocent em 2009, que são agora vendidos em mais de 14 países,
e está no caminho para se tornar uma das marcas bilionárias da empresa.

De 2005 a 2008, Quincey foi presidente da Divisão México. Enquanto
esteve no México, ele aumentou a participação de mercado da marca
Coca-Cola e ampliou o portfólio da empresa com o relançamento da
Coca-Cola Zero e a aquisição da Jugos de Valle, uma das 20 marcas da
empresa que gera mais de US$ 1 bilhão em receita anual, e que agora
vende seus produtos em 16 países.

Quincey entrou para a empresa em Atlanta no ano de 1996 como diretor de
Estratégia de Aprendizagem para o Grupo América Latina e desempenhou uma
série de funções operacionais com crescente responsabilidade na América
Latina, o que culminou com sua nomeação como presidente da Divisão
Latina Sul em 2003. Durante seu período na Latina Sul, Quincey foi
fundamental para o desenvolvimento e a execução de uma estratégia
bem-sucedida de canal, marca, embalagem e preço, estratégia que hoje é
replicada de várias formas por todo o sistema global da The Coca-Cola
Company.

Antes de entrar para a empresa, foi sócio em consultoria de estratégia
no The Kalchas Group, empresa derivada da Bain & Company e McKinsey.
Quincey, que é fluente em inglês e espanhol, possui bacharelado em
Engenharia Eletrônica pela Universidade de Liverpool.

“Temos sorte por Muhtar continuar como presidente do Conselho e por
James ter concordado em liderar o negócio como presidente e diretor
executivo”, disse Nunn. “A combinação garantirá o sucesso continuado que
essa parceria gerou na empresa ao longo dos últimos 16 meses”.

Sobre a The Coca-Cola Company

A The Coca-Cola Company (NYSE: KO) é a maior empresa de bebidas do
mundo, refrescando clientes com mais de 500 marcas de bebidas com e sem
gás, e mais de 3.800 opções de bebidas. Conduzido pela Coca-Cola, uma
das marcas mais valiosas e reconhecidas do mundo, o portfólio da nossa
empresa possui 20 marcas bilionárias, 18 delas disponíveis em opções de
calorias reduzidas, baixas ou sem calorias. Estão entre essas marcas
Diet Coke, Coca-Cola Zero, Fanta, Sprite, Dasani, vitaminwater,
Powerade, Minute Maid, Simply, Del Valle, Georgia e Gold Peak. Através
do maior sistema mundial de distribuição de bebidas, somos a fornecedora
nº 1 de bebidas com e sem gás. Diariamente, mais de 1,9 bilhão de
porções de nossas bebidas são apreciadas por consumidores em mais de
200 países. Com um compromisso duradouro de desenvolver comunidades
sustentáveis, nossa empresa se concentra em iniciativas para reduzir
nosso impacto ambiental, criar um ambiente de trabalho seguro e
inclusivo para nossos colaboradores, e aprimorar o desenvolvimento
econômico das comunidades em que atuamos. Juntamente com nossos
parceiros de engarrafamento, estamos classificados entre os dez melhores
empregadores privados do mundo, com mais de 700 mil colaboradores no
sistema. Para obter mais informações, acesse a Coca-Cola Journey em www.coca-colacompany.com,
siga-nos no Twitter em twitter.com/CocaColaCo,
acesse nosso blog Coca-Cola Unbottled em www.coca-colablog.com
ou encontre-nos no LinkedIn em www.linkedin.com/company/the-coca-cola-company.

Declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa pode conter declarações, estimativas ou
projeções que se constituem “declarações prospectivas”, conforme
definição das leis federais de títulos mobiliários dos EUA. Geralmente,
palavras como “acreditar”, “esperar”, “pretender”, “estimar”,
“antecipar”, “projetar”, “irá” e expressões similares identificam
declarações prospectivas, que não costumam ser históricas por natureza.
As declarações prospectivas estão sujeitas a certos riscos e incertezas
que poderiam fazer com que os resultados reais divirjam materialmente da
experiência histórica da The Coca-Cola Company, bem como de nossas
expectativas ou projeções atuais. Ainda que não se limitem a estes, tais
riscos incluem: preocupações com obesidade; escassez e má qualidade da
água; preferências dos consumidores em constante evolução; aumento da
competição e capacidades no mercado; preocupações com segurança e
qualidade de produto; descoberta de consequências negativas à saúde
devido a determinados ingredientes, como adoçantes não nutritivos e
substâncias derivadas de biotecnologia, além de outras substâncias
existentes em nossas bebidas ou materiais de embalagem; alguma
incapacidade de alcançar sucesso em nossas atividades de inovação;
aumento na demanda por produtos alimentícios e queda na produtividade
agrícola; mudanças no panorama de varejo ou perda de importantes
clientes em varejo ou serviços alimentícios; alguma incapacidade em
expandir as operações em mercados emergentes e em desenvolvimento;
flutuações nas taxas de câmbio de moedas estrangeiras; aumento nas taxas
de juros; alguma incapacidade em manter boas relações com nossos
parceiros de engarrafamento; uma deterioração na condição financeira dos
nossos parceiros de engarrafamento; aumentos nas taxas de imposto de
renda, alterações na legislação de imposto de renda ou resoluções
desfavoráveis em questões tributárias; aumento de impostos ou novos
impostos indiretos nos Estados Unidos ou outros mercados principais;
aumento de custos, interrupção de fornecimento ou escassez de energia ou
combustíveis; aumento de custos, interrupção de fornecimento ou escassez
de ingredientes, outras matérias-primas ou materiais de embalagem;
alterações em leis e regulamentos com relação ao conteúdo e embalagem de
bebidas; aumento considerável nos requisitos de rotulagem ou
advertências, ou limitações no marketing ou venda dos nossos produtos;
incapacidade de proteger nossos sistemas de informação contra
interrupções de serviço, apropriação indevida de dados ou infrações de
segurança; condições econômicas desfavoráveis nos Estados Unidos;
condições econômicas e políticas desfavoráveis nos mercados
internacionais; processos judiciais ou controvérsias; condições
climáticas adversas; falha em proteger adequadamente, ou controvérsias
com relação a marcas comerciais, fórmulas e outros direitos de
propriedade intelectual; mudanças climáticas; danos à imagem da nossa
marca e reputação corporativa proveniente de publicidade negativa, mesmo
se for injustificável, associada à segurança ou qualidade de produtos,
direitos humanos ou trabalhistas, obesidade ou outras questões; mudanças
ou falhas no cumprimento de leis e regulamentos aplicáveis aos nossos
produtos ou operações comerciais; mudanças nas normas contábeis;
incapacidade de atingir nossos objetivos globais de crescimento de longo
prazo; deterioração das condições do mercado de crédito global; falência
ou falha de uma das instituições que nos fornecem financiamento;
incapacidade de implementar oportunamente nossas ações anunciadas
previamente para reforçar o crescimento ou concretizar os benefícios
econômicos que prevemos com tais ações; falha ao alcançar uma parte
considerável dos benefícios previstos da nossa relação estratégica com a
Monster Beverage Corporation; incapacidade de renovar acordos
trabalhistas coletivos em termos satisfatórios, ou a ocorrência de
greves, interrupções ou agitações por parte da força de trabalho de
nossa empresa ou de nossos parceiros de engarrafamento; encargos por
prejuízos futuros; passivos futuros de retirada de plano
multiempregador; incapacidade de integrar e administrar com sucesso as
operações de engarrafamento de nossa titularidade ou controladas por
nossa empresa; incapacidade de gerenciar com sucesso nossas atividades
de refranquia; incapacidade de administrar com sucesso possíveis
consequências negativas provenientes de nossas iniciativas de
produtividade; incapacidade de atrair ou manter uma força de trabalho
altamente qualificada; catástrofes globais ou regionais; e outros riscos
mencionados nos registros da nossa empresa protocolados junto à Comissão
de Valores Mobiliários (SEC, Securities and Exchange Commission dos
EUA), inclusive nosso Relatório Anual no Formulário 10-K do ano
encerrado em 31 de dezembro de 2015, bem os Relatórios Trimestrais
protocolados subsequentemente no Formulário 10-Q, os quais estão
disponíveis junto à SEC. Você não deve depositar confiança indevida
nessas declarações prospectivas, que dizem respeito apenas à data em que
são proferidas. A The Coca-Cola Company não assume nenhuma obrigação de
atualizar ou revisar publicamente qualquer declaração prospectiva.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.

Contato:

The Coca-Cola Company
Mídia
Kent Landers,
+01-404-676-2683
ou
Investidores
e analistas:

Tim Leveridge, +01 404-676-7563

Fonte: BUSINESS WIRE