Setor de franquias cresce e atrai novos empreendedores

O setor de franquias está em constante crescimento no Brasil. Isso é o que apontam os números divulgados pela Associação Brasileiras de Franchising (ABF). O faturamento do segundo trimestre deste ano foi de R$ 40,7 bilhões, um aumento de 5,1% ao primeiro trimestre. Um modelo de negócio que atrai novos empreendedores.

Ainda de acordo com a ABF, o faturamento de 2018 foi de R$79,4 bilhões, 6,8% maior do que o mesmo período do último ano. Esses indicadores que saltam aos olhos, aliados a ideias inovadoras com bom potencial de lucratividade, são estímulos importantes para novos empresários.

Com isso, o número de unidades deve crescer em todo o país, estimativa de 5% de aumento. Entre o que atrai novos empreendedores para o setor está a base de empresa já estabelecida, com produto, marca e projeto prontos.

Segundo orientações do Sebrae Nacional, os riscos de abrir uma franquia são minimizados quando há um negócio testado em uma unidade-piloto. Assim, os erros de produtos ou serviços são corrigidos e o posicionamento da marca aperfeiçoada.

Na prática, isso representa mais segurança para o franqueado. Dessa forma, os novos empreendedores podem contar com franquias testadas e validadas. Um modelo pronto para ser aplicado.

A Porter do Brasil é uma dessas franquias, validada em 35 unidades, atendendo mais de 500 condomínios e mais de 80 mil usuários. O foco é a venda de portaria remota, o uso da tecnologia para controlar entradas e saídas de condomínios.

O faturamento médio mensal de uma unidade da Porter com três anos é de cerca de R$ 250 mil. Um retorno do investimento de 36 a 48 meses, lucratividade de 10 a 25% sobre o faturamento.

Entenda como funciona a portaria remota Porter e como ter uma franquia de sucesso da marca: http://minhafranquia.porterdobrasil.com.br/

Website: http://www.porterdobrasil.com.br