Serviços de registro de marca e contabilidade prestados online são até 70% mais baratos

Não é segredo que o mercado online vem amadurecendo bastante nos últimos anos; basta ver a explosão no número de lojas virtuais, jogos via nuvem e aplicativos com propostas inovadoras que vêm conquistando os consumidores. Segundo pesquisas do SEBRAE e da FGV, 45% das lojas virtuais foram criadas depois de 2013; em 2015, o crescimento do setor chegou a 76,18% no campo negócio a negócio e 48,18% no campo negócio a consumidor.

Agora, a possibilidade de atender clientes e entregar resultados totalmente por meio de plataformas digitais vem proporcionando novas oportunidades tanto às empresas como aos consumidores, com redução significativa nos preços devido à economia em termos de estrutura física. Segundo o SEBRAE, 50% dos empreendedores com lojas virtuais não possui uma loja física, operando totalmente por meio da internet. Ao contrário de aplicativos de e-services, que conectam usuários a prestadores de serviços, essas novas empresas estão usando a Internet como aspecto central de seu modelo de negócios, com impactos diretos nos produtos oferecidos e seus preços.

A 123Marcas, empresa focada em registro de marca, é exemplo dessa tendência. Por meio de investimentos em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), a empresa desenvolveu um sistema de atendimento totalmente online, evitando os altos custos de locomoção para reuniões e discussões. O resultado são preços até 70% mais baratos dos encontrados no mercado.

Além disso, a empresa tem uma forte preocupação com a disseminação de informação no mercado o que ajuda a diminuir os custos. Segundo Roberto Soraire, diretor da 123Marcas, as empresas do setor de registro de marca não costumam passar informações muito detalhadas aos clientes antes da contratação, visto que são altamente técnicas. “Disponibilizamos informações detalhadas sobre cada etapa do processo de registro no INPI, sem custo e de modo público, para que o cliente possa optar por fazer os procedimentos sozinho. O nosso propósito é ensinar pessoas e empresas a registrarem marcas de forma correta.” ressalta. Hoje, 54% dos processos de marca no INPI tem algum tipo de problema.

O trabalho é todo feito através do portal http://www.123marcas.com.br e para atender os clientes a empresa utiliza e-mail, chat no site, Facebook ou WhatsApp.

Outra referência que está surfando bem essa onda é a Contabilizei, empresa que fornece serviços de contabilidade totalmente online. Assim como a 123Marcas, o resultado do investimento em estrutura online é um diferencial difícil de igualar: preços baixíssimos.
A Contabilizei é a primeira empresa a oferecer serviços de contabilidade online no Brasil. Fundada em janeiro de 2012 por Vitor Torres e Fábio Bacarin, atende micro e pequenas empresas em mais de 30 cidades. Saiba mais em http://www.contabilizei.com.br.