Segundo SEBRAE, MEI’s têm crescimento de 20% à frente de pequenas empresas

Diante da crise econômica no Brasil, é notório identificar o reflexo deste cenário econômico. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego no Brasil subiu para 11,3% no trimestre encerrado em Junho de 2016.

Devido ao alto número de desemprego no Brasil, algumas pessoas recorreram para uma alternativa de solução. Desde então, o desemprego tem impulsionado o crescimento de micro empreendedores individuais. Foram abertas 165.028 novas empresas no mês de Fevereiro, foi o maior número registrado desde fevereiro de 2010. Tendo um número de crescimento de 14,2%, aponta Serasa.

Para este número de crescimento dos Micro empreendedores Individuais, foram impulsionados normalmente pela perda de cargos no mercado de trabalho. Sendo assim, os desempregados foram estimulados em buscarem uma alternativa para solução, gerando renda.
As novas empresas dos Micro empreendedores Individuais (MEI”s) ocuparam cerca de 127.581, totalizando em 77,3%.

Desde a criação do micro empreendedores individuais – MEI, em 2008, tiveram um crescimento maior em relação a micro e pequenas empresas. No Brasil, são mais de 5.720.194 micro empreendedores individuais, segundo SEBRAE.

Ainda de acordo com o SEBRAE-SP, em comparação com o número de MEI”s e Micro Empresas, há uma diferença, o MEI têm um progresso de 20% a mais. Já Micro e pequenas empresas (MPEs) abertas, totalizam-se em 4.777.069.

Neste setor, há empresas que fornecem serviços com base de dados para negócios realizarem consultas específicas. A Unitfour é uma fornecedora de base de dados de pessoas físicas e jurídicas. Normalmente, o mercado utiliza deste serviço para a consulta CNPJ e CPF. Com a finalidade de recuperação de crédito; Antifraude; Prospecção de novos clientes; Vendas, entre outros.
O conceito destas empresas, é promover soluções para gerar oportunidades a empreendedores e para negócios que necessitem destas informações.