Quais são os erros mais comuns de candidatos na hora da entrevista

Em estudo recente com headhunters, especialistas em contratação, a falta de preparo específico para o processo de seleção é a causa número 1 nos erros durante uma entrevista. 40% dos headhunters consultados dizem que encarar um processo de seleção sem ter pleno conhecimento de seu currículo, é quase um pecado mortal, em linhas gerais, a falta de preparo é, segundo 44% dos recrutadores que participaram do estudo, a principal causa para os escorregões na entrevista de emprego. E isso é perceptível até quando o candidato precisa conversar sobre suas habilidades e experiências. De acordo com 20% dos headhunters entrevistados, boa parte dos candidatos chegam na sala de entrevistas sem ter condições fluentes para mostrar-se interessante a empresa.

A tecnologia tem auxiliado o RH com testes de perfil comportamental, que por meio de um questionário respondido em apenas sete minutos, gera mais de 50 insights sobre um colaborador. O primeiro grande ponto de avanço no recrutamento é que 30% dos contratantes usam mapeamento comportamental nas contratações e isso muda completamente o resultado, fazendo com que ele seja muito mais assertivo e aumentando o tempo de permanência de pessoas na empresa. Este é o pensamento do futuro, conhecer o seu colaborador.

É possível perceber a mudança estrutural que as empresas têm demonstrado na busca por candidatos. O alinhamento em relação a aderência aos seus valores da empresa também foi destacado pelos contratantes, o candidato que conhece os valores e a missão da empresa e percebe objetivos em comum, potencializa a parceria, com um relacionamento mais eficiente, mais produtivo e mais duradouro. O fato é que na hora de procurar uma vaga, o profissional precisa estudar a empresa a qual pretende se candidatar e checar se os seus valores são compatíveis. De acordo com Neiva Gonçalves diretora de carreira da Success People — consultoria que presta assessoria estratégica de carreira em todo o Brasil — é importante que o candidato tenha conhecimento sobre as qualidades que poderá colocar a serviço de seu empregador: “Um candidato deve estar muito preparado ao ser questionado sobre os seus próprios resultados, conhecer o seu currículo e o que ele pode agregar pode ser o ponto alto de uma entrevista de emprego. Conhecendo a si mesmo o profissional consegue também discernir sua eficácia em ocupar a vaga disponível. Desconhecer o seu próprio currículo, suas potencialidades e seus números é um dos erros mais comuns em entrevistas”.

Precisa de uma assessoria para alavancar sua carreira?

Acesse: www.successpeople.com.br

Website: http://www.successpeople.com.br