Praticidade alavanca uso de bancos digitais entre os brasileiros

A praticidade e a segurança de se resolver questões financeiras na palma da mão foi um dos principais fatores que impulsionou o uso do mobile banking nos últimos anos. Segundo a Pesquisa de Tecnologia Bancária 2019 da FEBRABAN, realizada pela Deloitte, o aumento na quantidade de transações com movimentações financeiras por celular chegou a quase 80% em 2018. O cenário reflete não somente uma mudança de comportamento do consumidor, mas das instituições financeiras que são cada vez mais digitais.

Um exemplo é o Banco PAN que vem realizando um grande investimento em inovação tecnológica para reestruturação de serviços e processos internos e para o lançamento da sua conta digital, ainda no segundo semestre deste ano. Para ressaltar toda essa mudança, a instituição financeira divulgou nesta segunda-feira (15), o lançamento de um novo posicionamento de marca, reforçando a sua atuação B2B e ampliando o foco no consumidor final (B2C).

O rebranding também representa um novo ponto de partida da instituição financeira, que é especialista em crédito para as classes C, D e E. “O brasileiro acorda cedo, vai trabalhar, pega transporte público, estuda e faz tudo isso sorrindo. O PAN existe para estas pessoas. Queremos facilitar e democratizar ainda mais o acesso ao crédito. Acreditamos que, com isso, daremos mais autonomia às pessoas e transformaremos seus desafios financeiros em conquistas”, diz Luiz Francisco Monteiro, presidente do Banco PAN.

Com base nos atributos “entusiasmo, protagonismo e proximidade”, o rebranding inclui a renovação da identidade visual da marca, do tom de voz em todos os canais de comunicação online e offline e de uma nova campanha publicitária, cuja assinatura é “Pra quem faz”.

Além do tom de voz, toda a comunicação visual também passou pela mudança. A nova identidade tem como base as cores cinza, azul e coral.  Já o logo está mais moderno e traz o pixel como a principal característica, que conceitualmente representa um novo ponto de partida, reforçando que na vida tudo é questão de perspectiva e que, com o Banco, é possível dar um novo olhar para os desafios financeiros.

“Depois de toda transformação do Banco PAN nos últimos anos, identificamos a oportunidade de reposicionar a marca no mercado, alinhando a visão da companhia com os novos desafios do negócio e do setor. Além disso, o PAN se consolidou em oferecer crédito para um nicho específico: as classes C, D e E. O projeto de rebranding vai justamente ao encontro de toda essa mudança, que reflete a evolução e modernização do PAN. Durante os próximos dois anos, planejamos investir R$ 50 milhões em campanhas de marketing”, afirma Gustavo Portela, head de Comunicação, Marketing e Pessoas do Banco PAN.

Além do aporte financeiro em marketing, o Banco PAN está acompanhando a tendência do setor apontada pela FEBRABAN e continuará investindo em inovação tecnológica. Ao todo, nos próximos dois anos serão aplicados R$ 150 milhões em aprimoramento digital.

Website: https://www.bancopan.com.br/