Por que empresários colocam suas empresas à venda?

O mercado de fusões e aquisições no Brasil tem retomado o seu fôlego em 2017, de acordo com o empresário Felippe Ferreira, do meuBiZ , empresa que realiza a compra e venda de negócios. Essa informação pode ser confirmada também por meio do relatório da Transactional Track Record, segundo a qual o volume de negócios vendidos fechou o primeiro trimestre do ano com saldo positivo em número e valor de transações. Houve aumento de 6,22% comparado ao volume do mesmo período de 2016, passando de R$ 62 bilhões.

Muitos empresários têm optado pela venda de empresas visando concluir uma etapa de suas vidas ou do próprio negócio. Quando o empreendedor abre uma empresa, espera produzir um patrimônio pessoal de três formas: o seu sustento por meio de pró-labore mensal, a realização de lucros ao final de cada ano e o valor da empresa. Diferente das duas primeiras formas, o valor do negócio só pode ser resgatado, na prática, quando efetivamente se vender a empresa.

Segundo Felippe Ferreira, a venda de empresas pode ocorrer por diversas razões. As grandes companhias, por exemplo, são geralmente vendidas para outras grandes companhias, com o objetivo de gerar valor para ambas. No mercado de micro, pequenas e médias empresas, as razões estão ligadas principalmente aos interesses de seus proprietários.

Contrariando o senso comum, a venda de empresas não ocorre somente quando essas estão em dificuldades financeiras. Pelo contrário, a venda de empresas pode ocorrer por diferentes motivos e os mais comuns são:

1 – Desânimo

O empresário está cansado de fazer a mesma coisa todos os dias, já não tem tanto prazer em trabalhar no negócio e quer encontrar novos desafios.

2 – Aposentadoria

Já na idade para se aposentar, muitos empresários não encontram sucessão do negócio na família e necessitam fazer a venda de suas empresas. É justo que transformem seu patrimônio em dinheiro para desfrutar do resultado do árduo trabalho.

3 – Questões de saúde

Muitas vezes, por motivo de uma doença grave, tanto o dono como seus entes queridos podem estar solicitando mais tempo e atenção para obter a cura ou para realizar um tratamento. Se a empresa não estiver estruturada para essa repentina situação, o melhor caminho é vendê-la.

4 – Mudança geográfica de residência

Quando um dos cônjuges se vê obrigado a se mudar, seja porque recebeu uma herança, seja porque recebeu uma promoção no emprego, seja para acompanhar um filho que vai estudar fora ou para apoiar um familiar em outra região. Dada a dificuldade em gerenciar um negócio a distância, a melhor estratégia pode ser venda de empresas.

5 – Falta de capital

Para dar um salto no crescimento do negócio é preciso investir. Mas nem sempre o empresário dispõe dos recursos necessários, seja em dinheiro, conhecimento, equipe ou equipamento. Nessa situação, muitos optam por fazer a venda da empresa.

6 – Dificuldades financeiras

Nesse caso, a empresa vai mal e é incapaz de se resolver por si mesma. A solução acaba sendo vender a empresa, às vezes por qualquer preço, simplesmente para estancar a sangria do patrimônio familiar. Pela pressa, essa é a situação onde mais as pessoas cometem erros na decisão.

7 – Divórcios e separações matrimoniais

Dificilmente o marido e esposa em constantes brigas conseguem manter a gestão e o foco do negócio. Nesse caso, a melhor saída realmente é fazer a venda da empresa.

8 – Desentendimento entre sócios

Numa sociedade, para que a relação seja duradoura, os sócios devem compartilhar continuamente os mesmos valores e os mesmos objetivos. Muitas vezes há quebra de um ou dos dois fatores e a venda da empresa acaba sendo a única saída para a paz. Exemplos: desconfiança entre sócios, insubordinação hierárquica ou conflitos entre gerações.

Felippe observa que apenas uma dentre as oito razões refere-se diretamente ao mau desempenho financeiro do negócio. Portanto, na maioria das vezes, são empresas saudáveis que à venda.

O empresário ressalta, ainda, que o Brasil vem se desenvolvendo no mercado de compra e venda de empresas. O desenvolvimento da tecnologia e a experiência dos profissionais tem facilitado a busca de compradores, tornando possível e relativamente simples vender negócios no país. “Temos visto a quantidade de empresas vendidas aumentar a cada mês no meuBiZ , resultado da maturidade do cenário empreendedor brasileiro”, afirma Felippe.
Website: http://meubiz.com.br