Plataforma digital independente para B2B atende varejo e aposta em uma captação pública de investimento através do sistema de crowdfunding Kria

A indústria do varejo representa quase 50% do PIB brasileiro, segundo o estudo  “O papel do varejo na economia brasileira”, elaborado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), e o empresário argentino Jorge Alexander Kowalski, 54 anos, com apoio de sócios conselheiros e investidores e baseado em sua experiência de 20 anos como líder comercial em várias empresas de consumo, decidiu lançar um aplicativo B2B especializado para varejo. Assim nasceu a primeira rede social do mundo para o varejo com função comercial – uma ferramenta poderosa para garantir mais eficiência aos negócios. “Podemos ajudar o varejo e as empresas a serem mais eficientes – a vender melhor com menores custos. Este é o conceito de uma startup digital: ajudar a resolver problemas economizando, principalmente, tempo e dinheiro”, garante Kowalski.

Ao longo de sua trajetória profissional, o empresário aprendeu que os entraves para o desenvolvimento do varejo variam de acordo com o tamanho, mas se repetem em todos os setores – de alimentos a calçados, de remédios a móveis. Para os pequenos varejistas, a dificuldade é conseguir os produtos que as grandes redes têm com as mesmas facilidades e condições comerciais, além de atendimento direto e com qualidade. Já todos os fornecedores, as marcas, e também os distribuidores/atacados e vendedores, querem chegar a mais pontos de venda, mas em um país do tamanho do Brasil o custo fica alto demais.

A Luckro vai conectar e fazer mais eficientes todas as pontas da cadeia, permitindo, assim, escolher melhor, comprar/negociar melhor e manter o nível de serviço do fornecedor. Em pilotagem desde 2016, a plataforma está disponível, para desktop e smartphone, com mais de dois mil usuários cadastrados. Nesta primeira etapa, têm sido convidados profissionais de dois setores varejistas: Supermercados e Bares, Hotéis e Restaurantes. Periodicamente, serão incluídos novos setores, num total de 15. O capital investido até o momento foi de R$ 800.000, se preparando agora para uma captação pública de um investimento adicional de R$ 400.000 através de uma plataforma de crowfunding – a Kria captação pública de investimento.

Os usuários da Luckro são divididos em 3 grupos: varejistas de qualquer tamanho e função, principalmente compradores e donos, embora todos os colaboradores sejam bem-vindos; distribuidores/atacados/vendedores, exclusivos da marca ou não; e marcas, com suas equipes de trade marketing e comerciais.

Os Fornecedores poderão incentivar diretamente os varejistas a fazer execução das suas marcas e produtos no ponto de venda, assegurando a correta visibilidade dos produtos ao preço certo para o consumidor.  Os fornecedores também poderão comunicar as suas promoções e campanhas de desconto de forma direta ao varejo, que não precisará mais esperar pela passagem do vendedor para comprar, bastará entrar no marketplace integrado e fazer o seu pedido ou pedir um orçamento. Para os fornecedores, a utilização de Luckro é a forma de chegarem a varejos remotos e pequenos que não estão na rota periódica de visita dos vendedores, para além de baixarem o custo de envio de promotores nos pontos de venda para executarem as campanhas e controlarem se o varejista está a executar bem as promoções. É que o aplicativo Luckro tem uma função de resposta “Eu fiz” para ser usada pelo Varejo. Ao acionar o botão ‘Eu fiz’, a câmera do telefone é ligada, obrigando a  fazer checkin no loja próxima a posição indicada pelo GPS, gravando a foto com o carimbo de data, hora e loja nos servidores Luckro, sendo inalterável. A foto Luckro permite o registro, por usuários que estejam na loja, da execução dos produtos e marcas incentivadas pelos fornecedores.  Os varejistas aderem porque recebem incentivos e aumentam a sua lealdade às marcas e fornecedores porque recebem descontos que de outra forma não teriam acesso, para além de ser cómodo fazer os seus pedidos em qualquer horário diretamente no marketplace. As marcas e os fornecedores podem suportar esses descontos porque diminuem o custo físico de atendimento e controle de campo. Assim, Luckro vai conectar fornecedores e varejos e, como resultado, todos serão mais eficientes.

Demanda

No mundo, em média, 8% dos varejos sofre por ruptura de produto. Isso representa mais de US$ 6 bilhões em vendas perdidas. No Brasil, o percentual chega a 15%. Com a Luckro, o varejista vai poder alertar essa falta para todo o mercado,  além de poder receber, neste momento de alta volatilidade de preços, várias propostas para um mesmo produto, escolhendo a melhor opção. Só não vai vender e ampliar a carteira de clientes quem não quiser.

 

Quanto custa

No plano de negócios, o varejista nunca vai pagar nada. O acesso também é ilimitado para marcas e vendedores, exceto para fazer comunicação comercial segmentada – posts promocionais especiais e incentivos de execução no ponto de venda. Para tal, o valor mensal é de R$ 2,50 por varejo. Vale lembrar que mandar um vendedor para uma visita de 15 minutos em um único ponto de venda custa R$ 25.  Para os fornecedores – Marcas/Distribuidores/Atacados terem a sua loja no marketplace Luckro  pagarão um valor muito baixo de aluguel e depois pagarão um valor fixo por pedido colocado na plataforma. Esta é uma inovação no modelo de negócios dos marketplaces, muito mais em linha com as necessidades dos fornecedores, que pagam um percentual das vendas efetuadas nos marketplaces tradicionais.

 

Validação Luckro

Depois de ver a solução Luckro ser aprovada por várias indústrias de bens de consumo, distribuidores e atacados no Brasil, Estados Unidos, México, Argentina, Portugal e Espanha e após pilotar a utilização que os varejistas querem dar a uma plataforma de relacionamento com os seus fornecedores, foi necessário fazer melhorias no produto lançado em 2016, para que pudesse funcionar em off line, sem necessidade de 3G,  e também que permitisse ao varejista colocar o seu pedido de compra diretamente no aplicativo. São essas as novidades de Luckro 2.0 que integra um “Luckro Mercado” disponível a partir de Abril e para o qual se está a captar R$ 400.000 através de Kria – Plataforma de crowfunding que permite a pequenos investidores participarem num negócio lucrativo e de alto impacto social.

 

Liderança forte

À frente da empresa está Jorge Alexander Kowalski, com 20 anos de experiência em todos os lados do balcão, que vive no Brasil desde 2003 e acumula experiências em empresas como Femsa Coca-Cola, Heineken, Pernod Ricard e Vulcabrás, e, antes disso, Philip Morris e Esso.

Website: http://www.luckro.com