Número de novos contratos de aluguel residencial cresce em SP

O número de novos contratos de locação comercial fechados na cidade de São Paulo e no Grande ABC no primeiro trimestre deste ano cresceu 6%, na comparação com o mesmo período de 2017.

É o que aponta balanço da Lello, administradora e imobiliária paulistana, atuante no mercado desde 1955.

Segundo a empresa, valor médio dos novos aluguéis permaneceu o mesmo: R$ 2,2 mil. A maior média de preço é no Itaim Bibi: R$ 3.600 mensais. Do total de unidades alugadas, 83% foram apartamentos e 17%, casas.

O fiador foi a forma de garantia mais utilizada nos novos contratos de aluguel residencial, representando 45% do total. Caução (depósito de três meses de aluguel) e seguro-fiança corresponderam a 29% e 20%, respectivamente.

“Ainda há muita oferta no mercado de locação residencial, com boas opções para os interessados e disposição por parte dos proprietários em negociar valores e condições de contrato”, diz Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis.

Valor médio das Locações realizadas entre jan a mar/2018

NOVOS CONTRATOS POR REGIÃO MÉDIA DE ALUGUEL POR REGIÃO

Mooca – 20% 2.000,00

Jardins – 9% 2.700,00

Abc – 5% 1.700,00

Moema – 9% 2.700,00

Tatuapé – 16% 2.100,00

Santana – 17% 1.800,00

Perdizes – 8% 2.600,00

Pinheiros – 6% 3.200,00

Vila Mariana – 6% 2.700,00

Itaim – 4% 3.600,00

Fonte: Lello Imóveis