Nova tecnologia de transmissão é testada no novo satélite para o Brasil e América Latina pela Eutelsat e Space Systems Loral

A Eutelsat Communications (NYSE Euronext Paris: ETL) e Space Systems
Loral (SSL) anunciam que realizaram com sucesso diversas transmissões na
frequência EHF no novo satélite EUTELSAT 65 West A, utilizando uma carga
útil experimental.

A Eutelsat e a SSL estão analisando o potencial da banda Q/V (40-50
GHz), que é uma evolução da banda Ka, em futuros programas de banda
larga de terabites por satélite. Os dados recolhidos vão ajudar no
desenvolvimento de novas técnicas que irão moldar os sistemas de
comunicações de banda larga do futuro.

Frequências extremamente altas irão melhorar o desempenho da próxima
geração de satélites tipo HTS (satélites com alta capacidade de
transmissão de dados por segundo). O sistema opera com a transferência
de dados do satélite para diversos links terrestres da banda Ka para a
banda Q/V, tendo como resultados um aumento expressivo da capacidade de
banda, diminuição de hubs e de custo por bit para os usuários.

Um dos primeiros operadores comerciais a testar trafego de dados em
altas frequências, a Eutelsat tem uma visão que é importante investir na
adoção de tecnologias que melhorem a eficiência e a rentabilidade dos
futuros satélites HTS.

Para a SSL, o teste com a banda Q/V é um avanço no seu projeto para a
implementação de novas tecnologias que irão apoiar a nova geração de
soluções de telecomunicações.

Lançado ao espaço em 9 de março deste ano, e em fase de testes para
entrar em operação, o EUTELSAT 65 West A fornecerá cobertura premium
para o Brasil e América Latina. O satélite “tri-band” foi desenvolvido
para atender mercados de rápido crescimento em toda a América Latina. A
alta potência na banda Ku foi otimizada para a recepção de DTH e prover
conectividade ao mercado corporativo brasileiro, bem como na América
Central, no Caribe e na região andina. O satélite também dispõe de uma
cobertura em banda C transatlântica que ajudará na tarefa de distribuir
vídeo (canais de TV) entre continentes; além de possuir múltiplos feixes
(spotbeams) em banda Ka que irão contribuir para promover o acesso de
banda larga via satélite em toda a América Latina, especialmente no
Brasil, México, Colômbia e Peru.

Sobre a Eutelsat Communications

Estabelecida em 1977, a Eutelsat Communications (Euronext Paris: ETL,
código ISIN: FR0010221234) é uma das maiores operadoras de satélites de
comunicação do mundo. A empresa mantém uma frota de 40 satélites e
atende clientes que incluem radiodifusores (TV aberta), operadoras de TV
paga, provedores de serviços de Internet, dados e vídeos, empresas e
agências governamentais. Os satélites da Eutelsat têm cobertura total na
Europa, Oriente Médio, África, Ásia e Pacífico e nas Américas,
permitindo que comunicações de vídeo, dados, banda larga e de governos
sejam realizadas de modo independente por seus próprios usuários.
Sediada em Paris, com escritórios e centrais de telecomunicação ao redor
do mundo, a Eutelsat tem uma força de trabalho formada por mais de 1.000
pessoas de 37 países que são especialistas em suas áreas e que trabalham
com seus clientes para fornecer a mais alta qualidade de serviço.

Para mais informações sobre a Eutelsat, visite www.eutelsat.com

Contato:

Eutelsat Communications
Christina Darvasi, + 52 55 2629 5847
cdarvasi@eutelsat.com

Fonte: BUSINESS WIRE