“Landing Page”: 5 cinco dicas matadoras para impulsionar suas campanhas

“Landing Page” é o termo em inglês (em tradução literal, “página de aterrissagem”) por onde o consumidor chega ao seu site. Ela também é um dos principais instrumentos marketing digital para realizar as conversões (vendas). Se o seu site ainda não possui uma “landing page”, ou se ela não está tendo a performance desejada fique atento para as nossas dicas.

A “landing page” não concorre com a “página inicial” do seu site. Ela é um canal desenvolvido exclusivamente para receber o público que chega por meio dos buscadores, de campanhas no Google, no Facebook, em newsletter, etc. Assim, você pode ter uma “landing page” específica para cada ação.

1) Seja direto e específico
A sua “landing page” deve atender uma meta clara. Para isso, capriche no título e no subtítulo – eles serão os itens mais lidos da página. Transmita nesses dois campos a proposta de valor da sua oferta de forma atraente. Esse é o momento de o consumidor pensar: “Sim, acredito que esse produto/serviço pode sim resolver o meu problema”. http://www.legions.biz/blog/landing-page-importancia-campanha/

2) Depoimentos vendem
Depoimentos de consumidores satisfeitos darão mais confiança para que o visitante decida comprar com você. Os depoimentos podem vir de comentários no Facebook, Twitter, ou mesmo recebidos por e-mail. Isso irá provar que o seu produto, de fato, é um solucionador de problemas.

Outra abordagem é informar, por exemplo, o número de downloads, ou de clientes que já consumiram o seu serviço: “Mais de 5.000 pessoas já realizaram este curso”.

3) Formulários realmente eficientes
A maioria das “landing pages” conta com um formulário, por meio do qual o usuário realizará uma troca: ele informará alguns dados pessoais como nome, e-mail, qual empresa trabalha e em troca irá receber algum benefício: um período de teste do produto, acesso a um e-book, um desconto, etc.
Um ponto positivo dos formulários é que eles podem ser facilmente alterados, com a inclusão ou exclusão de campos, dependendo da página. Ou seja, você pode realizar testes A/B já com a operação em andamento.

Priorize as informações indispensáveis para contatar o seu lead (contato qualificado), de modo que a sua equipe possa esquentar a venda e fechar negócio. Vale observar que, se é a primeira vez que o consumidor se relaciona com a sua empresa, é pouco provável que ele queira contar tudo sobre a vida dele nesse primeiro encontro.

4) Não polua sua “landing page”
O “branco” é uma das principais armas do design, seja em papel, seja na tela. O perfeito equilíbrio entre o branco e os demais elementos irá melhorar a leitura do cliente.
Aposte em uma boa separação entre o formulário, o “call to action”, e a imagem ou vídeo da sua oferta, de modo a dar o devido destaque a cada uma.

5) Chame para uma ação
O “call to action” (em tradução literal, chamado para ação) é o espaço em que você irá mostrar ao visitante que ele poderá baixar um arquivo ou enviar um pedido de orçamento. Ele deve estar relacionado com a jornada de compra do cliente, ou seja, pode e deve ser diferente para cada etapa do funil de conversão.

Novamente, clareza é tudo. Use um botão específico para direcionar o consumidor. E mensagens como “Baixar Software”, “Peça um Orçamento” ou “Clique Aqui”.

Conclusão
Sites brasileiros, em geral, se atentaram para a experiência dos usuários tardiamente e focaram excessivamente seus investimentos para atrair o cliente e esquecem como de transformar este visitante em lead (contato).

Em nossa pesquisa, apontou que 88% dos anúncios no Google não usam Landing Page, isso provavelmente a empresa investe nos anúncios e não tem o resultado esperado. http://www.legions.biz/blog/marketing-digital-nao-funciona/

Uma pesquisa feita pela Verba Creative, aponta que 45% dos usuários que utilizaram um Landing Pages para conversão, são mais propensos a comprar um produto. E o uso de landing page chega a aumentar até 47% as vendas finais.
Segundo a Omniture, anúncios online que usam landing pages tipicamente veem um aumento de ao menos 25% na taxa de conversão. Com testes A/B é possível passar a 50% de aumento.

Website: http://www.legions.biz/