Internet facilita acesso a investimentos mais rentáveis

Todos os dias notícias sobre a economia do Brasil e do mundo são compartilhadas. A alta do dólar ou a redução da Selic costumam ser assuntos bastante discutidos pelos meios de comunicação e se tornam tema de conversas informais do cotidiano. Todavia, muitos brasileiros têm dificuldade de compreender quais os reais impactos desses acontecimentos no dia a dia.

Com a política muito em voga, especialmente devido às recentes manifestações populares, o noticiário pautou ainda mais as discussões familiares e entre amigos. A economia também esteve em destaque nos últimos tempos, mas a complexidade do Mercado Financeiro ainda gera dúvidas para muitas pessoas.

A boa notícia é que, devido à desaceleração econômica do país, os brasileiros passaram a se interessar mais sobre o rumo que a economia tem tomado. A vontade de entender os motivos e os impactos da atual crise incentivaram os cidadãos a pesquisar mais sobre o panorama atual. Além disso, a vontade de equilibrar as finanças em meio às altas taxas de desemprego faz aumentar a necessidade de buscar alternativas de investimento mais rentáveis.

O crescimento do Tesouro Direto ilustra bem esse movimento. Fundado em 2002, ele surgiu de uma parceria entre o Tesouro Nacional e a BM&F Bovespa para vender títulos públicos federais através da internet. Desde então, o programa tem evoluído de forma impressionante. A facilidade de acesso e o baixo custo são alguns dos fatores que contribuíram para que o Tesouro crescesse quase 75% no último ano. Em outubro deste ano, o programa alcançou a marca de 1 milhão de usuários cadastrados.

Outra modalidade de investimento que tem conquistado a confiança dos investidores brasileiros é a Bolsa de Valores . Nos últimos 14 anos, a Bovespa aumentou o número de pessoas físicas cadastradas em mais de seis vezes. Se em 2002 eram aproximadamente 85 mil investidores, atualmente já são mais de 561 mil pessoas investindo no Mercado de Ações no país.

Parte do crescimento da Bolsa no país pode ser explicado pela acessibilidade facilitada pelo meio virtual. Hoje em dia, o investidor pode realizar suas ordens de compra e venda de ativos através de plataformas online. Conhecidas como Home Brokers, estas ferramentas dão mais autonomia e agilidade para que os investidores aproveitem ao máximo as oportunidades de negócio.

Além de buscar investimentos melhores, os brasileiros estão interessados em se informar mais sobre eles. A quantidade cada vez maior de informação disponível na internet e o acesso mais abrangente vêm ajudando a aumentar a popularidade de alguns investimentos. A poupança, por outro lado, tem perdido cada vez mais espaço.

A internet tem sido um importante instrumento para que mais pessoas conheçam e explorem o Mercado Financeiro, já que o aprendizado se fortaleceu com o avanço da tecnologia. O assunto não é simples, mas atualmente é fácil encontrar informação qualificada sobre o mercado e sobre investimentos.

Segundo Márcio Placedino, analista de mercado e planejador financeiro com certificado CFP®, aprender a investir em ações está mais fácil hoje em dia. “A internet tem sido uma ferramenta excepcional para o aprendizado sobre o Mercado de Ações. Com poucos cliques é possível encontrar excelentes conteúdos educativos”, afirma.

Cursos, palestras e livros já eram muito usados por quem queria aprender sobre a economia. Agora com a internet, esse aprendizado se tornou mais dinâmico e interativo. Cursos presenciais cederam lugar ao ensino a distância para formar especialistas no mercado, seminários agora podem ser realizados via web (são os chamados webinários), e os livros de papel dividem espaço com Ebooks para investidores iniciantes .

A variedade de possibilidades é benéfica, mas é preciso buscar qualificação a partir de instituições confiáveis e especializadas. A BM&F Bovespa, principal Bolsa de Valores do Brasil, promove cursos presenciais e a distância. A instituição oferece capacitação sobre diversos aspectos do Mercado Financeiro, entre programas de MBA e cursos de extensão.

Para Márcio Placedino, os interessados em começar a investir devem priorizar os estudos e não podem abrir mão dele mesmo após obter experiência. “O conhecimento é fundamental para alcançar o sucesso. Para se ter excelentes resultados no Mercado de Ações é necessário construir uma base sólida em educação e mantê-la sempre atualizada”, completa.