Especialistas falam como a hipnose pode ajudar a reduzir números de suicídio por depressão

A cada 40 segundos uma pessoa se suicida no planeta. Problema é a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos de idade. Os números foram divulgados pela Organização Mundial da Saúde. Nos últimos dez anos, o número de pessoas com depressão aumentou 18,4% — hoje, isso corresponde a 322 milhões de indivíduos pelo mundo, ou 4,4% da população da Terra. Os dados vieram à tona em um relatório recente realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

“Apesar de a depressão atingir sujeitos de todas as idades, o risco se torna maior na presença de pobreza, desemprego, morte de um ente querido, ruptura de relacionamento, doenças e uso de álcool e de drogas.

O Brasil também é campeão mundial no índice de ansiedade: 9,3% da população manifesta o quadro. Essa disfunção engloba várias outras, como ataques de pânico, transtorno obsessivo-compulsivo, fobias e estresse pós-traumático.

Visando o aumento desses casos no Brasil levamos a teoria a 2 especialista em hipnose na qual afirmaram que a hipnose pode ajudar a reduzir esses números de suicídio por problemas emocionais.

Charles Bueno, Hipnoterapeuta especialista em transtornos mentais e professor de hipnose, e Laiz Lima Ricci, NeuroPsicologa e Hipnoterapeuta especialista em depressão, afirmaram que a busca pela técnica de hipnose em terapia teve um aumento significativo nos últimos anos, e que está crescendo a cada dia. “A hipnose vem sendo desmistificada nos últimos anos e as pessoas estão perdendo o medo e percebendo como podemos utilizar esta técnica para fins terapêuticos diz Laiz Ricci”.

A depressão é frequentemente tratada como um desequilíbrio químico que requer uma medicação para aumentar o nível de neurotransmissões. Embora em muitos casos a medicação seja essencial para restabelecer esse equilíbrio ela é uma solução parcial deve vir acompanhada de uma mudança na vida da pessoa uma parte essencial do tratamento é entender que a cura e a resiliência vem de dentro. “A medicação é como se fosse uma muleta que vai nos dar equilíbrio temporário para que possamos reaprender a andar com as nossas pernas complementou Laiz “

Segundo Charles Bueno é possível acelerar o tratamento desses transtornos emocionais incluindo a depressão, “através da hipnose encontramos a raiz do problema na qual o sujeito sofre a anos, e nessa trajetória conseguimos trabalhar nessas memórias traumáticas e permitindo assim encontrar um novo sentido as suas vidas”. Enfatizou ainda que é possível obter resultados satisfatórios em uma média de 3 à 6 sessões dependendo do caso. ” O melhor de trabalhar com hipnose é ver um novo sorriso no rosto pós-tratamento, não tem satisfação maior diz Bueno.

Especialista aconselham pessoas que passam por esses problemas para que não desistam, busquem ajuda, as terapias estão ai para ajudar vocês e a hipnose é uma delas, seja hipnose ou outra técnica, para tudo tem uma solução e a vida é uma dádiva, lutem por ela!

Charles Bueno  e Laiz Ricci ministram cursos de Hipnose Clínica e Regressiva em todo Brasil, e atualmente lançaram o maior curso de hipnose EAD da atualidade com experiências em realidade virtual.

Saiba mais sobre eles em:

www.instagram.com/charlesbueno www.facebook.com/charlesbuenohipnoterapeuta 

http://www.instagram.com/laizricci

 

 

 

Website: https://www.unihipnose.com.br