Empresa no Paraná promove ações beneficentes como forma de integrar funcionários

Empresas de médio e grande porte, com frequência precisam lidar com a falta ou até mesmo ausência de engajamento entre os colaboradores. À medida em que os negócios vão crescendo, é comum que a interação entre os colegas acabe diminuindo ou se tornando menos frequente.

Segundo levantamento feito pela Gallup — uma organização que realiza pesquisas de opinião —, as empresas que apresentam um maior engajamento entre os funcionários, têm em média 22% a mais de produtividade.

Outra pesquisa, elaborada pela Global Healthy Workplace mostra que os programas de engajamento têm se tornado fundamentais em empresas multinacionais. Em 2008, apenas 34% destas empresas adotavam estratégias de envolvimento. Já em 2016, o percentual pulou para 69%.

Diante disso, as empresas estão mais propensas a promover eventos que unam integração entre colaboradores, descontração no ambiente de trabalho, e ainda ações beneficentes em prol da comunidade.

A Bsoft, empresa especialista em softwares e soluções para transportadoras, com unidades nas cidades de Imbituva e Ponta Grossa, adotou esta estratégia para unir seus colaboradores em um propósito: fazer o bem!

A segunda edição da Gincana de Integração Bsoft (II GIB), apostou na arrecadação de alimentos, agasalhos, e ainda promoveu um mutirão para realizar doação de sangue em dois hemocentros. Ao todo, foram realizadas mais de 150 doações de sangue, arrecadados mais de 5 toneladas em alimentos, e mais de 5 mil peças de roupa. Os alimentos e roupas serão doados para instituições locais e famílias carentes.

Com isso, as equipes que conseguirem mais itens, receberão pontuação de acordo com seus resultados. E no final da Gincana, as três equipes melhores colocadas ainda recebem prêmios, como fone de ouvido, bolsa térmica e luminária.

A colaboradora e competidora Caroline Souza conta sobre a arrecadação de alimentos acaba servindo como inspiração para outras pessoas:

“Durante estes dias e que fizemos a arrecadação de alimentos em supermercados, era muito comum algumas pessoas virem nos falar que sempre tinham vontade de ajudar e não sabiam por onde começar. Nós demos este começo, e possibilitamos que a comunidade toda pudesse se envolver, por meio de suas doações. Tanto de agasalhos quanto de alimentos.”

Mas é preciso lembrar que além de ações beneficentes, a estratégia de levar alguns dias de diversão para a rotina de trabalho só é eficaz, se o time estiver verdadeiramente disposto a buscar engajamento.

Além das ações beneficentes, as equipes ainda precisam desenvolver paródias, fazer um cosplay, percorrer uma caça ao tesouro, entre outras brincadeiras que exigem concentração, e muito trabalho em equipe. Dessa forma, criam-se laços e estreitam-se os relacionamentos, tendo em vista que alguns colegas, que raramente têm interação no dia a dia de trabalho, precisam trabalhar juntos para atingir suas metas.

“Desde a primeira edição da GIB, em 2017, essa estratégia de integração tem sido muito eficiente, tendo em vista que dessa forma, damos oportunidade de um conhecer melhor o seu colega, descobrir afinidades e interesses em comum, e em casos mais bem-sucedidos, a amizade acaba se estendendo para além do ambiente corporativo”, reforça a colaboradora Carolini Andrade, uma das organizadoras da gincana.

Para saber mais sobre a II GIB, siga a Bsoft no Facebook https://www.facebook.com/grupobsoft

Website: http://www.bsoft.com.br