Empresa Júnior promove a experiência em liderança para universitários

Conseguir emprego não está fácil, mas para jovens recém-formados é ainda mais difícil. A experiência é um item quase que obrigatório na maioria das vagas. Mas como adquirir a tão sonhada experiência de mercado durante a graduação no ensino superior? Uma das saídas é usar as atividades extracurriculares ou de extensão de sua universidade.

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) chegou ao Brasil em 1988, na Fundação Getúlio Vargas, por alunos que ansiavam por se conectar com o mercado de trabalho e aplicar seus conhecimentos acadêmicos na prática.

“Uma Empresa Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos ligada a cursos de graduação, tem como objetivo fazer com que seus membros apliquem os conhecimentos aprendidos em sala de aula na prática, atuando diretamente com o mercado de trabalho por meio de serviços e consultorias”, explica o Presidente Executivo da FEJESP, Jeferson Carlin dos Santos.

Em São Paulo, são mais de 150 empresas juniores conhecidas, sendo 75 filiadas à Federação de Empresas Juniores do Estado de São Paulo (FEJESP). A FEJESP busca representar e desenvolver suas filiadas nas 13 instituições de ensino espalhadas por 33 cidades paulistas. Em 2017, as empresas juniores paulistas faturaram 4,24 milhões de reais com 1392 projetos, prestando serviços e consultorias para mais de 634 micro e pequenos empreendedores e pessoas físicas.

“Numa empresa júnior você tem a oportunidade de trabalhar em diversas áreas e chegar ao mercado de trabalho mais confiante e preparado para o que vai fazer no dia a dia”, afirma o coordenador de Relações Institucionais da FEJESP, Yuri Oliveira Trigo.

A empresa júnior dá ao aluno de graduação a oportunidade de realizar projetos com empresas do mercado de trabalho, com a orientação de seus professores, desenvolvendo habilidades de relacionamento, trabalho em equipe, gerenciamento e vendas. Este desenvolvimento é essencial para formar empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil e, por isso, a FEJESP organiza, pelo segundo ano consecutivo, o Encontro Paulista de Líderes (EPL).

Nos dias 24 e 25 de fevereiro, na UFSCar – São Carlos, ocorreu o segundo Encontro Paulista de Líderes (EPL), reunindo 330 presidentes e diretores das empresas juniores de São Paulo. Nesta edição a FEJESP contou com a ajuda e apoio dos quatro núcleos associados: Núcleo UNESP, Núcleo Unicamp, Núcleo UFSCar Júnior e USP Júnior. O evento contou com profissionais especializados compartilhando suas experiências com liderança, estratégia, gestão de conflito, trabalho em equipe, entre outros temas. Foram dois dias de palestras, workshops, painéis e rodas de conversas entre os participantes.

Além de todo o conteúdo, o EPL foi um momento para que os representantes das empresas juniores traçarem diretrizes e ações coletivas para desenvolver o Movimento Empresa Júnior no estado de São Paulo, aprimorando a experiência dos universitários nas empresas juniores e trazendo ainda mais impacto com os projetos realizados com micro e pequenos empreendedores. Afinal, em 2018, as empresas juniores do estado de São Paulo pretendem realizar mais de dois mil projetos, faturando mais de 7 milhões de reais, e proporcionar muito desenvolvimento para o ecossistema do estado.

Deseja conhecer mais sobre o movimento empresa júnior? Fale conosco: http://www.fejesp.org.br

Website: http://www.fejesp.org.br