Empreendedorismo social – qual a sua importância para a sociedade?

Apesar do momento econômico delicado vivido no país e da lenta recuperação pós-crise, o empreendedorismo ainda é o sonho de milhões de brasileiros. Além disso, a esperança para conter os altos níveis de desemprego no Brasil, na faixa dos 13 milhões, também está sendo depositada no empreendedorismo.

Um estudo realizado pelo Banco Santander constatou que metade dos dois milhões de vagas que ainda serão abertas em 2018 será criada por trabalhadores por conta própria e de microempresas. A pesquisa estima ainda um aumento de 17% nesse tipo de mão de obra em relação a 2017, quando o empreendedorismo representava o espaço de 33% das pessoas empregadas. Os números demonstram a importância do empreendedorismo para que a economia brasileira possa alcançar e manter bons resultados.

Existe, entretanto, uma modalidade de empreendedorismo que vem ganhando cada vez mais espaço no cenário atual, não apenas por também ser fonte de renda e emprego para milhares de trabalhadores, mas por seu caráter de transformação e aprimoramento da realidade vivida no país: o empreendedorismo social.

O que é empreendedorismo social?

Para entender o conceito de empreendedorismo social, é necessário antes compreender a configuração social do Brasil. Em toda a sua história, o Brasil foi marcado por desigualdades e lacunas que não puderam ser preenchidas por políticas públicas eficazes. Esse déficit acabou gerando muitos problemas em diversas áreas da sociedade como segurança pública, meio ambiente, educação, alimentação, saúde e tantas outras. Devido a essa situação, milhões de brasileiros se veem prejudicados e até mesmo excluídos ou impedidos de usufruir de seus direitos.

E é nesse nicho que o empreendedorismo social surgiu e se tornou atuante. Essa categoria de empreendedorismo é focada na elaboração de produtos e serviços que têm como objetivo final não apenas o êxito de seus idealizadores, mas a atenuação ou até mesmo a solução, quando possível, dos problemas sociais vividos no país.
“Nós estamos vendo surgir toda uma geração de empreendedores com propósito.
São pessoas com plena consciência da realidade do país, que enxergam a necessidade do próximo e atuam para mudar isso, gerando inclusive, renda e emprego durante essa jornada”, comenta Camila T. Eskenazi Hakim, sócia da Gráfica Eskenazi (www.LojaGraficaEskenazi.com.br), de São Paulo.

Qual é a diferença em relação ao empreendedorismo tradicional?

Algumas empresas que seguem o modelo clássico de empreendedorismo também atuam em áreas sociais. A diferença está na frequência em que esse tipo de ação é realizado. É possível notar, por exemplo, empresas empenhadas em campanhas de doação de agasalhos durante o inverno, reflorestamento e preservação do meio ambiente etc. Contudo, essa atuação geralmente está limitada a datas e períodos específicos, enquanto o empreendedorismo social encara essa atuação como seu principal objetivo.

Um dos maiores desafios das empresas que optam por esse tipo de atuação é justamente o equilíbrio financeiro necessário para manter as suas atividades. O empreendedorismo social, apesar da atuação semelhante à das ONGs (Organizações Não Governamentais), que também trabalham para atender as demandas da sociedade mal supridas ou negligenciadas pelo poder público, depende exclusivamente do capital que é capaz de gerar.

Em um estudo de 2017 realizado pela Pipe, uma plataforma que funciona como vitrine para empresas sociais apresentarem seu negócio em busca de apoio e investimentos, mostra que 35% dos quase 600 empreendimentos analisados para a pesquisa, não tiveram nenhum faturamento. No outro extremo do estudo, estão os 7% que tiveram faturamento acima de R$ 2 milhões.

A captação dos recursos para iniciar o negócio, muitas vezes, tem origem em campanhas de crowdfunding, ou financiamento coletivo, assim como através de incubadoras de empresas, que ajudam empreendedores a não sucumbir antes mesmo de consolidarem seus empreendimentos. O investimento em marketing, como em qualquer outro negócio, é fundamental para que os produtos e serviços possam chegar a quem eles foram elaborados para atender.

Conheça a Gráfica Eskenazi

A Gráfica Eskenazi atua no mercado gráfico brasileiro com uma tradição de mais de seis décadas. Com parque gráfico próprio e infraestrutura de 12.000m², é uma Gráfica em São Paulo A Gráfica Online atende todo o território nacional, com assessoria pelo 0800-772-1818. Acesse o site https://www.LojaGraficaEskenazi.com.br/.

Website: http://www.lojagraficaeskenazi.com.br