Em meio à crise o sonho dos brasileiros continua sendo a casa própria

No meio da turbulência da crise financeira no país o sonho da maioria dos brasileiros continua sendo a casa própria. As tendências da economia mostram que o poder de compra diminuiu, os juros subiram, a oferta de crédito diminuiu e mesmo assim o desejo da maioria dos brasileiros ainda é ter um imóvel atual situação econômica do País provocada pela instabilidade política tem gerado uma série de mudanças no comportamento dos brasileiros. Uma pesquisa divulgada pelo Data Popular revela que 91% dos brasileiros afirmaram que reduziram o consumo em 2017 comparado ao mesmo período de 2016.

Mesmo diante de um cenário de retração, o estudo mostrou, ainda, que a população não está mais disposta a abrir mão dos planos que precisaram ser adiados em 2016. Entre as pessoas que planejavam comprar um imóvel em 2016, 63% não realizaram o que foi planejado. Em 2017, 35% acredita que conseguirá alcançar realizar o sonho do imóvel.

Mudando o foco

O estudo mostra também que mesmo aqueles que não tinham condições financeiras para adquirir o próprio imóvel, deixaram de realizar pequenos desejos como eletrodomésticos, carro, móveis, computador, para alcançar o mais breve possível o sonho da casa própria E para isso, os brasileiros vão adotar diversas estratégias e 62% já fazem economia em outros gastos, enquanto 56% pretendem fazer financiamento.

A pesquisa também mostra que a maioria dos brasileiros (81%) acredita que o País está em crise. Entre as pessoas que acreditam que o Brasil está em crise, 55% afirmaram que esta é a pior crise que já viveram. E por este motivo a grande maioria “pisou no freio” com os gastos no último ano.

O que se sabe é que o trabalhador brasileiro, mesmo com todas as dificuldades procura meios de conseguir alcançar seus objetivos, por este motivo a economia informal é grande. Uma maneira de complementar a renda é fazer os chamados “bicos”, pequenos trabalhos informais que podem ser feitos no tempo livre, como pequenos concertos, produção de doces e também a venda de cosméticos. Opções não faltam para quem tem um sonho.