Driblando a crise: como funcionários engajados multiplicam o lucro das empresas

Você sabia que uma empresa que conta com funcionários engajados pode ter um aumento de até 30% nos lucros? A consultoria de recursos humanos Towers Watson realiza, a cada dois anos, um Estudo Global sobre as Forças de Trabalho (GWS, em inglês), aplicado em diferentes países do mundo. No certame de 2012, ela apontou que a falta de engajamento dos empregados chega a causar prejuízos em torno dos 10%.

Dados ainda mais alarmantes foram divulgados pela Gallup, empresa americana de pesquisas de opinião. Segundo a empresa, 70% dos funcionários dizem não estarem engajados no local onde trabalham. Mas o que leva um funcionário a não estar engajado? Ainda segundo a companhia, entre os principais motivos estão: falta de treinamento e oportunidades, fraca comunicação interna, atrito entre funcionários e a baixa colaboração entre eles.

Quando o trabalhador está desmotivado e insatisfeito com o local e a situação em que se encontra, passa a ter pouca eficiência e seu rendimento cai. É um sério problema que pode frear e até mesmo matar o desenvolvimento do negócio.

“Esse resultado é bastante crítico”, disse Carlos Ortega, consultor sênior da área de pesquisas com empregados da Tower Watson no Brasil. “Se considerarmos que as empresas hoje buscam um engajamento sustentável, isto é, que assegure uma alta performance e um comprometimento de longo prazo, esses números mostram que as empresas estão bastante vulneráveis.”

Ao contrário do que se pode imaginar, a questão financeira não aparece como o principal fator: de acordo com a pesquisa, a insatisfação com o salário é de apenas 12% dos entrevistados. O que mais motiva o profissional é o desenvolvimento de carreira, aliado à imagem e aos valores da empresa.

Mas o que exatamente é estar engajado? O compromisso de um colaborador com sua empresa está relacionado à ligação afetiva, ao reconhecimento de valores e de objetivos. Um funcionário empenhado tem mais energia, comprometimento e entusiasmo para buscar e solucionar novos desafios.

Falando de engajamento, há três tipos de funcionários: aquele que está engajado, que se identifica com a missão do local e se esforça ao máximo para trazer bons resultados; os desengajados, que não estão com grandes expectativas e desmotivados no trabalho atual, mas que podem tornar-se engajados através de um trabalho da empresa; e os ativamente desengajados, que sentem rancor e desprezo pela organização. Estes devem ser desligados, pois seu trabalho negativo influenciará o de outras pessoas.

Algumas empresas vêm atuando no mercado brasileiro buscando aumentar o engajamento e melhorar a produtividade nas empresas. “É fundamental que cada colaborador entenda como o seu trabalho influencia diretamente nos resultados de uma empresa”, explica Fábio Leal, fundador da Points Rocket, startup especializada em engajamento de colaboradores.

A Points Rocket desenvolveu, ao longo dos últimos anos, uma plataforma que auxilia médias e grandes empresas a engajarem seus colaboradores para obterem melhores resultados. Alguns recursos que estão disponíveis no software da Points são:

* Treinamentos e cursos: é possível criar cursos e avaliações virtuais para onboarding, treinamento ou reciclagem dos colaboradores, permitindo que os mesmos permaneçam sempre atualizados e bem treinados.

* Programas de recompensa: a plataforma oferece total suporte à criação de programas de incentivo. Ao alcançar metas definidas, os colaboradores podem ganhar desde prêmios virtuais, como badges, a dias de folga, eletrônicos ou mesmo viagens financiadas pelas empresas.

* Acompanhamento da performance: a ferramenta conta com a integração com mais de 500 outros aplicativos, como Google Drive, Trello e Asana. Dessa forma, fica fácil acompanhar dados e estatísticas de cada funcionário.

* Comunidade de profissionais: a comunidade permite a troca de conhecimento virtual entre os funcionários, o que melhora o desempenho através de um auxílio mútuo.

* Endomarketing: aprimora a publicidade e comunicação interna da empresa, para que os funcionários entendam melhor a missão e os valores do local onde trabalham e saibam exatamente como seu papel é vital para o progresso do negócio.

* Gamificação: a aplicação de mecanismos de jogos no dia a dia do trabalho aumenta a motivação dos funcionários, através da instauração de desafios e metas.

Para mais informações sobre a Points Rocket acesse http://pointsrocket.com ou entre em contato pelo e-mail contato@pointsrocket.com.
Website: http://pointsrocket.com