Divulgação boca a boca é eficaz mesmo com a era da internet

Mesmo com a internet e a possibilidade de ter um site, página no Facebook ou até mesmo um pacote bem estruturado de anúncios no Google para divulgar os seus negócios, contratar efetivamente um serviço ainda requer boa dose de confiança. Nesta hora, a presença online não vale muito se você tem uma enxurrada de comentários negativos no Reclame Aqui e outros sites em que os consumidores avaliam abertamente os resultados com este ou aquele prestador. O mercado, mesmo depois de décadas após o boom da propaganda e do aparecimento do marketing online, ainda se baseia em grande parte na indicação de amigos, o chamado boca a boca, de um conhecido que já utilizou e aprovou o trabalho de alguém.

Com a fotógrafa Kamila Strada, adepta do uso das redes sociais para promover suas fotos com recém-nascidos, não foi diferente. Kamila tem um Instagram “bombado”, com milhares de seguidores, assim como um belo site com blog e uma fan page no Facebook, também popular, e afirma: “a grande maioria dos ensaios que eu fecho vem de indicação de mães que já fizeram fotos comigo”. Ela também explica que essas mesmas clientes contratam pacotes que começam durante a gestação do bebê, passam pelo “newborn” (book fotográfico dos primeiros dias de vida) e se estendem por alguns anos após o nascimento.

A história de Kamila, no entanto, tem um viés inusitado. Na contramão do rumo que a divulgação costuma tomar, boca a boca, seguido de iniciativas efetivas de marketing, no seu caso, foi a rede mundial que ofereceu o primeiro retorno financeiro, o que propiciaria a abertura de uma sólida carteira de clientes baseada em indicações pessoais.

Para dar o start, a fotógrafa ofereceu durante algum tempo os seus serviços de graça a conhecidas que estivessem grávidas. Alguns books depois, ela abriu uma conta no Instagram, começou a seguir perfis do meio para ter visibilidade e, então, bolou uma promoção casando a sessão de gestantes com a de recém-nascidos. “Fiz um pacote que custava R$ 400. Quando apareceram as duas primeiras clientes, já tirei do ar a promoção, fiz os ensaios e, no dia seguinte, fui para a rua comprar os materiais para o ensaio do bebê. Eu não tinha dinheiro para nada e foi assim que eu consegui adquirir os objetos próprios para o newborn”.

A partir daí, com a recomendação das mães para familiares e amigos, Kamila foi conquistando cliente por cliente, sem deixar de lado as ações começadas na internet, que hoje correspondem, no entanto, a apenas 20% das contratações. Ela atribui a credibilidade com a clientela ao cuidado no atendimento. “A fidelização é a maior parte do meu trabalho. Como eu mexo com o bebê e também com a emoção da mãe grávida, muitas comentam que eu converso, brinco e sei o que estou fazendo. Elas acabam contando, para quem vê as imagens, como foi o meu trabalho e as pessoas vêm mesmo pela indicação”.

Estabilidade com as finanças

Até conseguir uma renda fixa estável, com uma média entre 15 e 20 ensaios por mês, Kamila teve que contar com o apoio do seguro-desemprego do seu trabalho em uma agência de comunicação. “Eu me aprofundei nos estudos de fotos para newborn durante a gestação da minha filha. Meti as caras nessa iniciativa e até o pessoal descobrir que eu existia, passei por alguns apertos, sim e tive que contar com a ajuda do meu marido para bancar as despesas”, lembra a fotógrafa.

Para Kamila e qualquer outro profissional que pretenda se lançar em voo solo no mercado, Antonio Gallo, consultor financeiro e ex-professor da Faculdade de Administração da Universidade Aberta de Ribeirão Preto (UNAERP), recomenda adquirir uma rotina de gastos cautelosa. Ele explica que, por não ter 13o. salário, nem FGTS, os mesmo ganhos podem não se repetir todos os meses e, para evitar desequilíbrio financeiro, o melhor é usar o bom senso. “Nunca imaginar que uma eventual sobra, num certo momento, poderá ser gasta sem um motivo justo. Para ser bem-sucedido como autônomo, é essencial constituir reservas”, recomenda o consultor.

Contato:
Kamila Strada
(11) 987748133
kamilastrada@gmail.com
http://www.kamilastrada.com.br

Assessoria:
BABEL.com
11 99553-1805
lcastro.jornalista@gmail.com
http://www.babelpontocom.com.br

Website: http://www.kamilastrada.com.br